Inspirações

As vezes parece que nada nunca vai dar certo. Aqueles que pareciam nossos amigos na verdade não são, ninguém reconhece seus esforços, e por inveja ou arrogância tentam te desmerecer. Não deixe se abater amigas, a vida é sempre um dia após o outro e a história provou que quem ri por último sem ri e gargalha melhor mesmo!
Bom essas frases acima eu escrevi há mais de três meses em um momento de cansaço e desânimo, bom na verdade ando tão cheia de trabalho e tudo mais que mal tenho tempo para me desanimar, tenho uma viagem programada, tenho outra  a programar, estudar para duas provas, terminar meu mestrado, tentar arrumar um doutorado, buscar ter fluência em um idioma e novos desafios no trabalho. Não está sendo fácil, preciso arrumar logo meu photoshop nesse laptop para postar minhas montagens de moda rsrsrs (aquelas que muda totalmente de assunto rsrs).
Mas para simplesmente animar essa semana meia xoxa, que tal umas fotos inspirantes?
Por do sol em Paris, toda a vez que eu lembro (ps essa foto não é de meu acervo), me sinto preenchida, é lindo e você esquece de tudo, realmente a tal cidade luz tem algo diferente das outras, não sei explicar e espero nunca perder esse encanto que sinto pour le belle ville!
Filhotes: ounnnn são tão fofos e pimpantes que sério se você não sorrir ao ver uma carinha sapeca assim, não podemos ser amigos!
Flores, especialmente rosas, o perfume e o fato de ganhar é mágico. De ex-namorado só ganhei uma vez de tanto pedir (na época era namorado né? lol), mas ganhei algumas vezes de amigos e essas foram ainda mais especiais, tipo, um dia cheio de trabalho, você falando um idioma diferente, vai para o banheiro e volta e tem uma rosa sobre o seu teclado e um sorriso no guichê do outro lado. Faz ganhar o dia!
Chocolates, meu ponto fraco, ganhado também é a melhor coisa do mundo, meus amigos e potenciais namorados (ok pode ser no singular esse lol) sabem bem rsrs. Quer me ganhar me dê um chocolate! Faz o dia mais gostoso e libera a tal serotonina!
Praias! Um dia eu ainda vou morar na praia! É meu sonho, o mar é inspirante, sinto que a água é de onde viemos e onde somos plenos, limpa a alma e inspira! E o que inspira ou alegra o dia de vocês? Bjo bjo

Com licença, vou peidar…

Copiei esse post do meu blog: www.filosofisa.blogspot.com
Vão lá me visitar também!!

Os meninos podem até achar que peidar e arrotar em público seja uma atitude Rock n’ Roll, mas como eu acho grosseiro e totalmente sem Glamour, resolvi protestar escrevendo esse post…

Depois da feijoada e do guaraná, a coisa vem feia mesmo pra cima e pra baixo, mas dá pra correr pro banheiro antes de avisar a galera sobre o que vai acontecer…

“Excuse me: PRRRRUUUUN” ou ainda “Com licença: BUURRRRP”

Peidar e arrotar, respectivamente na ordem das onomatopéias de cima, não são ‘tabus’ nem grosseria na América (na parte dos EUA, só poderia ser…) crianças, jovens, adultos, idosos, nobres e plebeus fazem isso sem a maior cerimônia… (claro que se estamos sozinhos no aconchego do lar tendemos a fazer isso também sem cerimônia, nem teria porque cantar o hino, estender toalha branca ou qualquer coisa que o valha pra peidar…) mas aqui as pessoas fazem isso em público. Se pá um político num palanque, falando no microfone, pede licença e solta um arroto bem sonoro… e a audiência é capaz ainda de aplaudir…

Quando cheguei aqui e vi que as crianças que cuido fazem isso tudo sem vergonha e sem ‘remorso’, antes – ou depois, quando não dá tempo de anunciar – eu achei que elas eram mal educadas e comecei a dizer a elas que deveriam falar “I’M SORRY”, ou seja: “Me desculpe pela grosseria que foi peidar ou arrotar na sua frente causando esse barulho desconcertante e esse cheiro ruim pra vc… sinto muito mesmo!”

Mas ao contrário de pedir desculpas… as pessoas simplesmente dizem: “Excuse me”, “Com licença, vou liberar geral, prepare-se pro fedor…”

Vai entender essa nação super revolucionária, educada e desenvolvida… que aceita tudo isso como natural, na verdade é algo natural que todo mundo faz, mas não assim perturbando o sossego público… hehehehe… é uma coisa cultural, pois no Brasil e outros países isso é super condenável também, mas na Itália ou nas Arábias se vc arrota depois do almoço é sinal que curtiu o rango!!!

Para mim ser desenvolvido é ter respeito pelas pessoas, em qualquer ocasião… e arrotar e peidar na presença de outras pessoas é inaceitável… só por acidente mesmo… quando a pessoa tá passando mal, e não dá pra segurar mais, porém discretamente e com um pedido de desculpas após o evento…

Mas então..se vc tiver problemas intestinais, esofagais, incontinência retal ou qualquer coisa que o valha (adoro esssa expressão!) vem pra cá, você vai se sentir LIVRE. LEVE, e seu peido ou arroto, literalmente SOLTO… porque aqui não tem as amarras da sociedade que te privam de peidar e arrotar em qualquer lugar sem medo de ser feliz!!!

A felicidade homeopática, por Leila Ferreira…

“A Felicidade é a soma das pequenas felicidades”

Li essa frase num outdoor em Paris e soube, naquele momento, que meu conceito de felicidade tinha acabado de mudar.

Eu já suspeitava que a felicidade com letras maiúsculas não existia, mas dava a ela o benefício da dúvida.

Afinal, desde que nos entendemos por gente aprendemos a sonhar com essa felicidade no superlativo. Mas ali, vendo aquele outdoor estrategicamente colocado no meio do meu caminho (que de certa forma coincidia com o meio da minha trajetória de vida), tive certeza de que a felicidade, ao contrário do que nos ensinaram os contos de fadas e os filmes de Hollywood, não é um estado mágico e duradouro.

Na vida real, o que existe é uma felicidade homeopática, distribuída em conta-gotas. Um pôr-de-sol aqui, um beijo ali, uma xícara de café recém-coado, um livro que a gente não consegue fechar, um homem que nos faz sonhar, uma amiga que nos faz rir. São situações e momentos que vamos empilhando com o cuidado e a delicadeza que merecem alegrias de pequeno e médio porte e até grandes (ainda que fugazes) alegrias.

‘Eu contabilizo tudo de bom que me aparece’, sou adepta da felicidade homeopática. ‘Se o zíper daquele vestido que eu adoro volta a fechar (ufa!) ou se pego um congestionamento muito menor do que eu esperava, tenho consciência de que são momentos de felicidade e vivo cada segundo.

Alguns crescem esperando a felicidade com maiúsculas e na primeira pessoa do plural: ‘Eu me imaginava sempre com um homem lindo do lado, dizendo que me amava e me levando pra lugares mágicos Agora, se descobre que dá pra ser feliz no singular:

‘Quando estou na estrada dirigindo e ouvindo as músicas que eu amo, é um momento de pura felicidade. Olho a paisagem, canto, sinto um bem-estar indescritível’.

Uma empresária que conheci recentemente me contou que estava falando e rindo sozinha quando o marido chegou em casa. Assustado, ele perguntou com quem ela estava conversando: ‘Comigo mesma’, respondeu. ‘Adoro conversar com pessoas inteligentes’.

Criada para viver grandes momentos, grandes amores e aquela felicidade dos filmes, a empresária trocou os roteiros fantasiosos por prazeres mais simples e aprendeu duas lições básicas: que podemos viver momentos ótimos mesmo não estando acompanhadas e que não tem sentido esperar até que um fato mágico nos faça felizes.

Esperar para ser feliz, aliás, é um esporte que abandonei há tempos. E faz parte da minha ‘dieta de felicidade’ o uso moderadíssimo da palavra ‘quando’.

Aquela história de ‘quando eu ganhar na Mega Sena’, ‘quando eu me casar’, ‘quando tiver filhos’, ‘quando meus filhos crescerem’, ‘quando eu tiver um emprego fabuloso’ ou ‘quando encontrar um homem que me mereça’, tudo isso serve apenas para nos distrair e nos fazer esquecer da felicidade de hoje. Esperar o príncipe encantado, por exemplo, tem coisa mais sem sentido? Mesmo porque quase sempre os súditos são mais interessantes do que os príncipes; ou você acha que a Camilla Parker-Bowles está mais bem servida do que a Victoria Beckham?

Como tantos já disseram tantas vezes, aproveitem o momento, amigos. E quem for ruim de contas recorra à calculadora para ir somando as pequenas felicidades.

Podem até dizer que nos falta ambição, que essa soma de pequenas alegrias é uma operação matemática muito modesta para os nossos tempos. Que digam.

Melhor ser minimamente feliz várias vezes por dia do que viver eternamente em compasso de espera.


Leila Ferreira, jornalista



my personal comment: Se fizer questão de viver um conto de fadas, que seja como a Rapunzel da nova geração, além do novo look rebelde Rock n’ Roll, ela não dependeu do seu ‘príncipe’ pra agarrá-la, partiu pro ataque… e foi feliz para sempre!

Miss EUA – 1984

Posto esse video (que diga-se de passagem é mega engraçado, pelo figurino e pela performance das moças…) porque quero que tenham uma ideia do que eu vejo por aqui nos EUA…

Esse vídeo é do século passado, mas alguns modelitos “insistem em persistir” e tem muita gente que insiste em usar e poluir o ambiente visualmente…

pois bem, sem mais nada a declarar: Divertam-se e evitem essas coisas!!!


Miami Beach, Ocean Drive e outras modas da Flórida…

Hello Ladies…

Cá estou de volta aos bastidores da moda e curiosidades dos EUA. Não muito da moda porque aqui eu já vi que não tem muita coisa diferente do Brasil, e o que tem de diferente é pra pior… por exemplo, os biquinis… aqui eles são enormes, nuns formatos estranhos que vc vê e pensa “Não quero essa marquinha feia em mim jamais…”, bom, por aí vc já tem uma ideia que as pessoas usam roupa ao invés de biquini, mas nem todas… as modelos usam biquinis lindos, mas a realidade das piscinas estadounidenses é bem diferente.

Essa aqui é uma representação bem clássica do tradicional biquini americano, e põe americano nisso!

Mas deixando de lado os biquinis, vou falar de lugares..lugares da moda..onde todo mundo vai, onde é badalado e “cool” (pareço uma bichinha fresca escrvendo sobre isso..hahahaha..) MIAMI BEACH, na verdade South Beach… Ocean Drive, Collins Ave, Lincoln St…

Estive lá no último fim de semana e achei o lugar lindo… Pra quem gosta de coisas ‘vintage’ e arquitetura “Art Deco” como eu, aquilo é o paraíso… parece uma cidade cenográfica, onde tudo é sonho e luz… e fake, claro!

Night na Ocean Dr…
Day in South Beach… na Ocean Dr também, de frente para o mar…

a moda lá é ter casa nos canais… tem zilhões de condomínios construidos em forma de canais artificiais onde os milionários (e muitos famosos segundo os guias que gostam de enganar turistas) compram terrenos carésimos e constróem suas mansões desproporcionais à nossa vida dura!

Reza a lenda dos guias que esta mansão estilo mediterrâneo é da Shakira (whenever, wherever!!)
E esta é do segundo cara mais rico do mundo, o farmacêutico que inventou o VIAGRA!
Ou seja, só os ricos e poderosos podem seguir essa modinha de ter mansão em Miami Beach, o resto do povo chupa dedo num barquinho mequetrefe e tira foto das casas dos famosos achando que é verdade, pois entre os famosos que moram lá estão: Tom Cruise, Enrique Iglesias (esse eu acho que é verdade porque é bem típico de gente brega ter uma mansão extravagante), Ricky Martin, Tiger Woods, Madonna, uns diretores de filmes que eu não sei quem são e uns rappers que eu nem conheço…

Outra coisa que vemos muito por lá são carrões esportivos de luxo… como eu sou brega, não sei nem o nome do carro mas tive que tirar uma casquinha, já que tava dando sopa dei uma voltinha nele (quase entrei, a voltinha de resume a andar em volta do carro só pra olhar mesmo!)

Em Miami e em todo o litoral rico da Flórida, é moda também ter um barquinho estacionado no quintal da casa, o lado que dá direto pro canal… coisinha simples, que todo mundo tem…

E pra finalizar, a Mansão do Versace, que fica na Ocean Drive, em South Beach, Miami.

Puro glamour… altas festas ele devia dar… isso é legal!!

Bom, por hoje é só
Chega de nos sentirmos pobres e humilhados!! Basta!
Trabalhamos tanto nessa vida e não teremos nem “1 vinte e oitoavos” que essas pessoas tem… nem gosto de tanto Glamour mesmo..eu gosto mesmo é do bom e velho Rock n’Roll!

Kisses and see you ladies!

MADAME TUSSAUD’S STYLE…

MADAME TUSSAUD’S

Esse é o nome do famoso museu de cera que abriga estátuas em tamanho real e aspecto natural de muitos famosos, pessoas ilustres, da história, cultura, entretenimento, política, esportes e figuras conhecidas por todos… Possui a maior coleção de figuras de celebridades. A sede principal do museu está em Londres, mas também existem 8 filiais: Nova York, Washington D.C., Las Vegas, Hollywood, Berlim, Amsterdam, Hong Kong e Shanghai

Mas porquê tem este nome o museu?
Marie Tussaud (1761-1850), nascida Marie Grosholtz em Estrasburgo, França, trabalhou como governanta para o Doutor Philippe Curtius, um médico com talento em modelação da cera, que ensinou essa arte a Tussaud. Ela começou sua carreira modelando em cera, máscaras de vítimas da Revolução Francesa. Se mudou para a Inglaterra em 1835, fez uma mostra de seu trabalho na Baker Street perto do endereço do atual museu. Suas técnicas convencionais ainda são usadas para criar figuras da realeza, políticos,atores e astros da música pop e heróis do esporte.
Há citações do museu em livros de Júlio Verne como o “Volta ao mundo em 80 dias”.
(fonte: Wikipedia, pra variar!)

Esta é a ‘famosa’ Madame Tussaud, que ninguém conhece.

Beyoncé e eu


Encontrei Brad e Angelina por lá também


Parei pra paquerar o gato do Bob…


Se esse não fosse de cera eu levaria pruma ilha deserta!


E não poderia faltar o dear Mr President!

Vale a pena conhecer… é bem divertido e interativo… =)

4th of July way of life!

Hello Ladies!

Aniversário dos EUA nesta última segunda… o famoso 4th of July, como citado na musica Fireworks da Kety Perry, é o dia auge dos americanos, tem fogos, desfiles, competições, festas, etc…
Aqui todo mundo pira (literalmente) e sai na rua fantasiado..fantasiam os carros, casas, a si mesmos, cachorros, crianças – coitadas! E saem nas ruas pra comemorar…

Vou mostrar aqui um pouco da “moda”4th of July…não apenas de roupa, porque não tem nada de mais pois 90% das pessoas compram uma camiseta com a bandeira americana estampada e saem assim – sem grandes produções – já 90% desses 90% que usam a camiseta com a bandeira compram a camiseta da marca OLD NAVY que custa U$5.00 e a cada ano muda algum detalhe… veja aqui uma colagem com as camisetas dos anos anteriores:

Nas ruas as pessoas se vestem de vermelho, azul e branco, nada fora do comum… minha família toda saiu de Tie-die, que nós mesmos fizemos em casa (Homemade T-shirts)… eu adorei!!!

Os 10% que não vestiam Old Navy estavam de Tie-die, então também não fomos muito criativos em fazer as nossas ‘Tees’ (eles chamam assim as T-shirts, vulgo camisetas)

Mas falando em criatividade, isso não faltou para os desfiles..tanto o de carro como o de barco estiveram muito divertidos… vejam os medelitos que bonitos!!


Boat Parade


Car Parade



E não poderiam faltar os biquinis, já que estávamos na praia.. mas nem faço um post com biquinis porque não vale a pena… os biquinis aqui são assombrosos… talvez faça algum dia só de zueira…

Por hoje é só!
Kisses and See you ladies!

Sports Girl

Hello Ladies!

Estou na correria aqui por isso não postei no sábado, mas ainda é fim de semana, e esse foi prolongado pra vcs… espero que tenham aproveitado! Aqui o fim de semana prolongado é no próximo, pois segunda é 4th July, ou seja, Independence Day, o feriado mais esperado pelos americanos…

Todo mundo vai pras ruas celebrar a independência dos EUA, e vestem blue, red and white, as cores da bandeira americana, como a gente faz em copa do mundo com o tradicional verde-e-amarelo. Semana que vem posto os figurinos comemorativos do 4th of July!

Falando em correria vou postar fotos de jaquetas e blusas esportivas. Aqui as pessoas vivem mais esportivas que formais. Aliás, as vezes mais relaxadas que arrumadas, essa é a verdade.

Mas dá pra ficar bonitinha mesmo de moleton ou blusa de frio… você não precisa estar com roupa decotada pra estar sexy… e roupa esportiva tem que ser sinônimo de conforto! Senão não tem a função correta de facilitar a prática de esportes!

Suéter com zíper e capuz de cetim da Wilson. Estilo boxeadora. Dando soco em ponta de faca, mas sem perder o charme!

Polar da Decatlon, tecido soft, com gola alta quando o zíper é fechado. Mantém a temperatura do corpo. Ótima para usar no frio beeeem frio por baixo de outros casacos e num frio suave dá pra usar só ela que mantém a temperatura corporal. E quem disse que pular amarelinha não é esporte? Fortalece os músculos da perna e da barriga (quando vc abaixa para pegar a pedrinha…)

Jaquetinha de nylon da Hering, com zíper, gola alta e varios bolsos, ótima pra caminhadas, ou pra qualquer ocasião, inclusive chuva, pois ela é impermeável e não esquenta muito, mas mantém a temperatura do corpo e vc fica protegida da água!

Essas são minhas dicas de hoje. Mesmo que vá praticar esportes, ir na academia, não deixe de se cuidar, se maquiar, fazer um penteado legal. Não é porque vc vai suar que tem que ir de calça fusô velha e furada e camisetão que usa pra dormir… afinal, se vc está praticando esportes, está se cuidando, então porque não se cuidar por completo e sair linda?!

Kisses and see you ladies 😉

I love Rock n’ Roll…

[Só pra introduzir: Joan Jett a musa do couro e das jaquetas… e do I love Rock n’ Roll]

Hello ladies,
I’m back!

Neste weekend pra falar sobre algo que eu simplesmente amo: JAQUETAS DE COURO.
Na verdade eu não gosto muito de couro, couro, porque vem dos animais e eu não me sinto muito confortável com isso… mas nada melhor que um couro sintético que pode ser de qualquer cor, textura e não sacrifica nenhum animalzinho!

Vou postar algumas fotos de jaquetas que eu tenho, uma delas comprei no Brasil, foi bem barata, outra comprei aqui, foi quase de graça e a outra ganhei de uma grande amiga espanhola que tem um blog de moda trés chic, a Eva, www.evainny.blogspot.com.

Eu amo essas três e uso direto, é praticamente meu uniforme de balada Jaquetas Rock n’ Roll, pois sou uma moçoila do Rock como vcs! Mesmo que a baladinha seja chique e exija um vestido com brilho, minha jaquetinha preta faz presença quebrando aquele clima sofisticado e nesse frio precisamos de uma jaquetinha a tiracolo em qualquer ocasião e uma dessas cai muito bem com tudo!

[minha fiel companheira jaqueta preta de couro sintético, bem básica, sem adereços, justinha, de brilho opaco da marca Handbook – tem em qualquer shopping Iguatemi]

Esta segunda opção é cinza, parece que estou vestindo couro de elefante, tem uma textura agradável, modelo mais “menininha” com mini-ombreiras para dar um ar romântico!

Esta é minha favorita, é a típica jaqueta do Rock, com gola grande, estilo James Dean – rebelde sem causa – com adereços, curtinha (ela fica acima da linha da cintura) e tem ajuste nas mangas.

Esta eu ganhei da Eva, o melhor presente Ever que alguém já me deu =)

Tem gente que acha que jaqueta de couro é tudo igual, mas nós groupies do Rock sabemos da diferença que cada uma tem e do valor emocional de cada uma! Minhas jaquetas são minhas companheiras e espero que durem a vida toda, porque afinal elas nunca saem de moda!

E pra copiar a Pity aqui vão uns looks de famosas com jaquetas de couro porque eu sou uma pobre metal, digo, mortal, que compro jaquetas de promoção, mas se vc for uma patricinha do Rock pode procurar saber de onde compraram essas caras ae e correr atrás também… hehehe.

[olhem só os looks que achei, a Pitty – vulgo Patricia Santos, blogueira super fashion na primeira foto, alguns acham que é a atriz do ICarly, mas é a Pitty, na segunda foto desconfio que seja a Beyoncé e na terceira uma estilosinha qualquer, que acho que nem é famosa senão eu saberia quem é… Todas de jaqueta de couro no melhor estilo “They love Rock n’ Roll”

As jaquetas coloridas também são demais! Esta é a vantagem do sintético, pode ser da cor que você quiser! Elas dão um colorido para este inverno que geralmente é dominado pelo ‘pretinho básico’dos casacos de frio, porque aliás eles também tem um ar Rock n’ Roll e combinam com absolutamente tudo!

Eu falando de inverno neste calor de rachar coco (104 graus Fahrenheit) porque nossas leitoras brasileiras precisam de dicas de inverno para aquecer seus corpinhos e corações!

E aproveitando aque amanhã é dia dos namorados (que saco…a gente falando disso de novo?!)
Posto uma música bem sexy e contagiante para animar as solteiras e inspirá-las…

E uma frase célebre – porque afinal eu amo citações:

“… E daí se eu passar o Dia dos Namorados sem namorado?
Eu também não passo o dia do índio com um índio,
nem o dia da árvore com uma árvore e muito
menos o dia de finados com um defunto… ”

I Love Rock And Roll
Joan Jett & The Blackhearts

I saw him dancing there by the record machine
I knew he must have been about 17
The beat was going strong, playing my favorite song
And I could tell it wouldn’t be long till he was with me
Yeah with me
And I could tell it wouldn’t be long till he was with me
Yeah with me

Singin’ I love rock and roll
So put another dime in the jukebox baby
I love rock and roll
So come on take some time and dance with me

*OOWW*

He smiled so I got up and asked for his name
but that don’t matter he said cuz it’s all the same
I said can I take ya home, where we can be alone
And next we’re moving on and he was with me
Yeah me
And next we’re moving on and he was with me
Yeah me

I said can I take ya home where we can be alone
And next we’re moving on and he was with me
Yeah me
and we’ll be moving on and singing that same old song
Yeah with me

I love rock and roll
So put another dime in the jukebox baby
I love rock and roll
So come on take some time and dance with me

http://www.vagalume.com.br/joan-jett-the-blackhearts/i-love-rock-and-roll-traducao.html#ixzz1P0NgvNo6

Miss Independent!

Helloooo Ladies!

Algumas já me conhecem e outras ainda não, eu disse AINDA porque sou de uma alma transparente que logo vcs verão através das minhas palavras… Esta é minha estréia no Blog Rock and Glamour… e serei a correspondente intervancional da moda!

Tenho 25 anos, estou vivendo nos EUA, em busca de diversão e novidades, sempre! Tentarei mostrar pra vcs um pouco da moda, curiosidades e bizarrices que vc só encontra aqui nos United States of America! Com pitadinhas de humor maligno, claro!

Todo mundo está falando em dia dos namorados e algumas de nós solteiras ficamos meio de escanteio, mas como a Pitty (vulgo: Patrícia) comentou no post anterior, temos a oportunidade de gastar o $$ para nós mesmas e também podemos fazer o que quisermos, independente da escolha do que o cara, ficante, namorado ou marido.. E também não nos decepcionamos com o presente porque nós nos damos exatamente o que queremos!

Pode perceber em muitas meninas que mudam o visual quando começam a namorar… Umas ficam desleixadas, como só saem pra jantar com o namorado, acabam engordando, não se arrumam mais porque, afinal, “já faz 8 anos que estamos namorando, já nos acostumamos”… Deixa disso, amiga! Avante… e se arruma logo senão perde o cara… eles arrumam outra mais ajeitadinha, é a mais cruel verdade da humanidade!

Outras mudam o estilo porque o namorado não gosta de saia curta, não curte Pink, não quer que ela saia de batom vermelho ou unhas pretas… sai dessa, criatura! Se ele não gosta de vc do seu jeito então não vai querer passar a vida se fantasiando daquilo que vc não é pra agradar o cara! Poutz, como eu tô feminista hoje… acho que é o Rock n’ Roll que faz isso com a gente… Estou com o coração peludo! E vc, moçoila do Rock não vai deixar de ser estilosa por causa de um gajo, nunca abra mão do Glamour!

Bom, deixando de xurumelas, vamos ao que interessa, os looks… ontem fui pra balada de Pantera cor-de-rosa… independente do que achem do seu visual vc tem que estar bem consigo mesma!

Falando em balada e bizarrices nos States, vejam só que looks masculinos fofos, mas se atentarem para os pés dos moçoilos vcs vão se decepcionar com a meinha preta soquete… Ahhhgg!!!

Ou não sei se é pior bermuda e chinelo na balada, se não for descolada… vcs escolhem! Ou camiseta dentro da calça/bermuda…hahahaha

E sempre tem aquele bebaço ‘estiloso’ pra fechar a noite!!

E uma musiquinha de balada pra encher o ego das meninas! Kisses and See you ladies!


Miss Independent – Kelly Clarkson

Miss independent
Miss self sufficient
Miss keep your distance,
Miss unafraid
Miss out of my way
Miss don’t let a man interfere, no
Miss on her own
Miss almost grown
Miss never let a man help her off her throne
So, by keepin her heart protected,
She’d never ever feel rejected
Little miss apprehensive said ooo,
She fell in love.

What is this feelin’ takin’ over?
Thinkin’ no one could open my door
Surprise, it’s time
To feel what’s real
What happened to Miss Independent?
No longer need to be defensive
Goodbye, old you
When love is true

Miss guarded heart
Miss play it smart
Miss if you wanna use that line you better not start,
no
But she miscalculated
She didn’t wanna end up jaded
And this miss, decided not to miss out on true love,
so
By changing a misconception
She went in a new direction
And found inside, she felt a connection
She fell in love.

What is this feelin’ takin’ over?
Thinkin’ no one could open my door (open my door)
Surprise…It’s time (yeah)
To feel what’s real (what’s real)
What happened to Miss Independent?
No longer need to be defensive
Goodbye (goodbye), old you (old you)
When love, when love is true

When Miss Independent walked away
No time for love that came her way
She looked in the mirror and thought today
What happened to miss no longer afraid?
It took some time for her to see
How beautiful love could truly be
No more talk of “Why can’t that be me?”
I’m so glad I finally see…

What is this feelin’ takin’ over?
Thinkin’ no one could open my door (oh yeah)
Surprise (surprise)…It’s time (yeah)
To feel (to feel) what’s real
What happened to Miss Independent?
No longer need to be defensive
Goodbye (goodbye), old you (you)
When love, when love is true

http://www.vagalume.com.br/kelly-clarkson/miss-independent-traducao.html#ixzz1OGdTfx2v