Machu Picchu

DSC03786

Finalmente eu posto sobre minha viagem à Machu Picchu!

DSC03879A cidade perdida dos Incas, tem como base o pueblo de Aguas Calientes, uma cidadezinha turística há cerca de 45 minutos andando da entrada de Machu Picchu.


DSC03876
Eu recomendo comprar a entrada de Machu Picchu em Cusco, vai sair mais barato do que tudo, só recomendo comprar antes Wayna Picchu, que é uma parte mais elevada, acima de Machu Picchu e cuja entrada é limitada a 300 pessoas por dia.

DSC03874Não consegui comprar Wayna Picchu, porque é recomendado comprar com pelo menos 30 dias de antecedência. Então resumindo: são duas entradas diferentes: Machu Picchu e Wayna Picchu.


DSC03826
Ninguém sabe dizer como Machu Picchu acabou, o fato é que a cidade tem de fato uma energia diferente.

DSC03829Sinceramente Machu Picchu não é um lugar completamente seguro, pelo contrário, é para quem tem preparo físico e não tem medo de aventuras. São muitas escadas, e como presente você está num lugar mágico com vista maravilhosa. Lá de fato não tem acessibilidade para cadeirantes e já aviso que deve ser muito difícil para quem utiliza muletas.

DSC03834Tem llamas super dóceis para nos recepcionar!

DSC03844Fotos turísticas rsrs. Seguinte: comprei a entrada de Machu Picchu e a tour em Cusco ficou cerca de 240 dólares, com ida e votla com uma vã emocionante – rola a frase: Peru piores estradas, melhores motorista – com um cara que ficava ouvindo uma cumbia insuportável e felizinha rsrsr, hotel em Aguas Calientes, almoço, janta e café da manhã.


DSC03873
Não fiz a trilha inca, que demora em média 4 dias. Fiz o caminho de ir até Hidrelétrica de vã e de lá ir a pé para Aguas Calientes. Dormi em Aguas Caliente e no dia seguinte acordei 4:00 da manhã para subir a Machu Picchu pelas escadas antigas.

DSC03799

Sofri com a soroche, o mal da altura. Tenho um bom preparo físico, mas meu corpo não teve tempo suficiente para se aclimatar em Cusco – dizem ser necessários aos menos 4 dias – na hora de andar em linha reta, ok, era normal, mas bastava ter que subir degraus para eu quase morrer e eu tinha que estar na porta do parque as 06:30 para poder ter visita guiada – se perdesse ok, mas é mais legal ter o guia, né? Acabou que deu tempo.

DSC03795

Recomendo levar coca para mascar e bombinhas de oxigênio, ou ficar mais tempo em Cusco. Claro que tem a opção mais confortável de subir de ônibus à Machu Picchu por 20 dólares, mas duvido que tenho sequer 1/10 da graça que é subir pelas escadas embrenhadas no parque e sentir um pouco do que deve ter sido viver naquele lugar!

DSC03793

O prazer de chegar à Machu Picchu depois do sacríficio de subir mais de mil degraus no seio dos Andes é impagavel!


DSC03790

Vini, vidi, vici!


DSC03778
Mais llamas!


DSC03773
Cheguei assim: suando, morrendo de calor depois de 1:30 de luta para subir as escadas contra a soroche!


DSC03756
O caminho para Aguas Calientes, partindo de Hidreletrica, leva de 40 minutos a 2 horas. Esse eu fiz em 40 minutos mesmo, porque não tinha escadas rsrsr. Também claro é possível ir de trem, mas aí você perde o passeio pela floresta peruana.


DSC03752
Siga a linha do trem! Cada um por si aqui, rsrs!

DSC03764 Cenários lindos para aqueles que desbravam.

 

DSC03760 Quem vai de trem, pode ter conforto mas não vê esses cenários! Não esqueça de levar sua água! eu levei um litro! Outra coisa, deixei meu mochilão de viagem no hostel emCusco – de grátis – e levei uma mochilinha para guentar a trilha, com garrafa de água, uma muda de roupa e cereais: leveza é fundamental!


DSC03748

É importante não esquece farolete e por tênis confortáveis que você está acostumada a usar!

DSC03749

A natureza brinda os aventureiros! Não posso explicar a sensação de estar em Machu Picchu, digo apenas que é única, sobrenatural, plena:

DSC03770

Cusco

DSC03718

Hola queridos, como estan? Daqui a pouco já vai fazer um tempão que eu voltei do Peru e ainda não terminei os posts sobre lá rsrs. Então vamos falar sobre Cusco! Cusco é uma cidade do Vale de Huatanay, o Vale Sagrado dos Incas, nos Andes, com população de 350.000 habitantes. É a capital do departamento de Cusco e da província de Cusco.

DSC03720Cusco tem uma arquitetura linda! Mas atenção as vielas e escadas antigas, estão a 3400 metros de altitude, o que faz com que todos que cheguem e não tenham aclimatação em locais de grande altitude, passem pela soroche, o mal da altura.  Há até bombinha de oxigênio nas farmácias que você pode comprar. Sinceramente eu indico comprar um pacotinho de folhas de coca assim que chegar e não se preocupe folha de coca não é cocaína. O ruim da folha é que o gosto é meio amarguinho e você se sente uma llama mascando aquilo o dia todo rsrs.

DSC03722

Fiquei em Cusco no Loki Hostel, e adorei! Tem café o dia todo disponível e o bar é um dos mais loucos que eu já fui na vida, e isso contando bares comuns mesmo rsrsr. Sensacional! Ouvi coisas boas também sobre o Che Lagarto Cusco e sobre o Milhouse Hostel.

DSC03726

As ruas são antiguinhas e fica a dica de que o comércio fecha cedo, já as baladas… de domingo a domingo a noite não para!

O legal é ir de bar em bar ao redor da Plaza de Armas, até porque normalmente não se paga para entrar e até meia noite é possível ainda ganhar shots! Viva Peru!
DSC03730 Sou turista que não tem medo de pagar mico rsrsrs! Cusco é parada obrigatória para quem quer ir a Machu Picchu, lá é a maior cidade perto das ruínas, aliás indico comprar o ingresso e a tour para Machu Picchu em Cusco e não antes, já que lá você irá pagar muito mais barato. Só recomendo comprar antes, aliás com mais de um mês antes, caso queira a entrada de Wayna Picchu, que fica acima de Machu Picchu e que só pode ter 300 acessos diários. A entrada  de Wayna normalmente acaba em prazos de até dois meses!!!


DSC03731

Achei simpática a fonte apesar de ela não funcionar.

DSC03732Plaza de Armas.

DSC03735A Plaza de Armas tem duas igrejas lindas. O motivo? Dois grupos rivais queriam fazer a igreja mais bonita para que o Papa desse seu verdicto, o Papa da época disse que não tinha como decidir porque as duas igrejas eram igualmente belas. Verdade pura! As duas são lindas!

DSC03737A bandeira inca é o arco-íris, o que me fez pensar que os gays roubaram os incas rsrs, brincadeira!

DSC03740Por 140 soles é possível ter um passeio fantástico de qudriciclo pelos arredores de Cusco, já aviso que o lance é díficil de manobrar, eu quase capotei, mas depois foi fantástico! Exige uma certa força física e bastante resistência, se você já acha que não aguenta, o melhor é ir na garupa de alguém.

DSC03746

Meu time do quadriciclo!

DSC03744 Uma visão privilegiada de Cusco, que só quem se aventurou pelos tortuosos e aventurosos caminhos do quadriciclo teve rsrs. Beso, beso!

Nazca

969840_10201448575082084_1934566022_n

Buenas chicas, finalmente voltei a contar minha viagem do Peru rsrsr, nossa parada hoje é em Nazca.

Em Huacachina conheci o señor  Hector Calderón Aliaga, que como eu disse no post de Ica, foi fantástico e fez um preço super bacaninha e nos levou por lugares fora do status quo, contato do Hector: soysonguito.50@hotmail.com Celular:( o código do Peru é 51) 956-763385

Parei com o jabá não pago, mas é que ele foi ótimo mesmo, nos levando por povoados e lugares incríveis.

931420_10201448573522045_1736518979_n

O caminho não é dos mais fáceis, são algumas horas pelo deserto de Nazca, sem muitos postos ou paradas por alguns espaços de tempo, mas o cenário é lindo.

936379_10201448570161961_904847911_n
No caminho a Nazca paramos em um vilarejo onde havia catacumbas de monges!

SAM_0033

Túneis não muito confiáveis: aventura total!

SAM_0041

O lindo deserto de Nazca!

DSC03611

Aqui é possível ter uma noção da imensidão da rota!

DSC03618

Primeiro mirante: é bom levar alguns suelos, pelos 3 por mirante para dar propina aos señores que dão manutenção neles.

DSC03620

O mirante é uma escadaria suspensa.

DSC03661

Escultura no Museo Maria Reiche (entrada 8 suelos se não me engano).

DSC03662

Simulação de como era a casa da Maria Reiche, uma alemã que se apaixonou pelo Peru e foi a grande pesquisadora das misteriosas Lineas de Nazca.

DSC03663

Múmia inca.

DSC03674

A estrada…
DSC03703

Placa de Cahuachi que pode, segundo os arqueólogos, ter a maior area de templos rituais do Peru.

DSC03709

Piramide de Cahuachi bem ao fundo.

Me apaixonei pelo deserto de Nazca, foi um dos melhores passeios que eu fiz na vida. Cheio de aventuras, zero conforto, muito mistério e história e fantástico.

DSC03679

Ica

DSC03543

Ica é uma das maiores cidade do Peru, fica a cerca de 300 km de Lima, mas lembrando que como não é lá a coisa mais fácil do mundo andar nas estradas do Peru, são cerca de 5 hrs de bus. A cidade fica ao Sul do país e tem quase 300 mil habitantes. Eu fui para lá para chegar a Huacachina e lá conheci um guia supimpa que levou eu e meu parceiro de viagem para Ica e no dia seguinte a Nasca.

DSC03544

Ica fica bem perto da cidade de Pisco, onde teria nascido a famosa bebida típica peruana (que é muito famosa no Chile, mas nasceu no Peru!). Ica também é polo de fabricação do Pisco. Lá tem várias Bodegas onde você pode degustar e conhecer o processo de fabricação e história desta bebida que eu amo!

DSC03556

O legal do passeio nas bodegas é que é grátis, claro que porque no final você sempre acaba comprando alguma bebidinha. A preços módicos de no máximo 30 suelos, você compra um pisco na fonte rsrs. E o sommelier do pisco falava até português!

DSC03558

Este foi o nosso guia, o señor Hector Calderón Aliaga, ele foi fantástico, nos levou para lugares que fugiam dos clichês, além claro de ir nos lugares clichês, por um preço super honesto, cheio de histórias divertidas e com muito respeito, simpatia e o melhor preço que eu encontrei! Ele faz região de Ica e Nasca, para maiores informações: soysonguito.50@hotmail.com Celular:( o código do Peru é 51) 956-763385

DSC03567
A foto acima é de outra bodega, mais pessoal e com decoração bem própria, sinistra e que não está nos guias de turismo rsrs. Adorei!


DSC03576

Para encontrar os lugares diferentes do senso comum, fale com os locais, ande, se perca, não tema!

DSC03585

Voltando ao turismo clássico de Ica, a praça das Brujas de Cachiche. Há uma lenda de que havia uma bruxa boa e uma má em Ica, na prça o neto da bruxa boa conta  a história em persona! Vale a visita pela lenda.
DSC03589

O coqueiro das sete cabeças é outro ponto envolto em lendas. Dizem que os terremotos e inundações que assolam Ica surigram a partir da maldição do coqueiro.

DSC03577
Recomendo Ica, achei bem interessante e bem fora do senso comum turístico, mas lógico que como todo o Peru, sempre tem turista em algum lugar rsrs. Nest stop: Nasca!

Huacachina

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Continuando os posts da minha trip pelo Peru…Em Lima eu e meu companheiro de viagem avistamos um cartaz fascinante que falava sobre o oasis de Huacachina, o único oasis da América! E lá fomos nós para Ica, cerca de 4 horas e meia de viagem em um ônibus da  Peru Bus, tem tipo toda hora saindo de Lima, e  ainda te servem lanchinho no bus, só a tv alta cheia de comerciais que me incomodou horrores, mas o ônibus em si não deve em nada para as melhores empresas brasileiras, com a vantagem do lanchinho rsrs.

DSC03533

Vista do lago de Huacachina. Que segundo a lenda nasceu a partir onta a lenda que o oasis se formou com as lágrimas de uma bela jovem de cabelos negros e profundos olhos verdes, desconsolada pela morte de seu amado, um valente guerreiro inca.

DSC03536

Ao chegar já combine o preço do taxi. Me foi cobrado 5 nuevos soles. E o taxista acabou nos deixando no hostel Rocha. Recomendo dar um Google nos reviews Hostal Rocha in Huacachina: bizarro e divertido, tudo ao mesmo tempo. O hostel era muito barato, pegamos um quarto privado de camas separadas no qual cada um pagou apenas 20 nuevos sol por dia. Mas o lugar era meio sujo, o banheiro nojento. Nos acordaram as 6:00 da manhã para perguntar se queríamos café (?!) , quase arrombando a porta e aí no dia seguinte eis que ele falou que não tinha café da manhã porque o povo tinha ido numa festa e ninguém fez…sério! Ah e ele também tentava empurrar todas as tours para a gente. Recomendo comprar o passeio de buggy com sandboarding na pracinha de Huachina. Verdade seja dita, a área livre do hostel é linda! Mas fica a dica de buscar outro hostel por lá.

DSC03594

Huacachina é um vilarejo de 115 habitantes que fica perto de Ica, tipo uns 20 minutos da rodoviária.

DSC03595

Huachina é minúscula, recomendo dar um giro pela lagoa, vai ter bares sensacionais por aí.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Todo mundo vai a Huachina pelos passeios de buggy com sandboarding, pura adrenalina.  Custa entre 35 e 45 nuevos soles, dependendo de onde você comprar, você vai pagar mais barato comprando ao redor da lagoa e pechinchando.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O passeio de buggy parece de montanha russa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Minha primeira vez no sandboarding comecei indo de pé, mas sai rolando na areia fininha, pura diversão!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O lindo deserto de Ica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O por do sol no deserto é indescritivelmente lindo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Me senti maravilhada e incrivelmente feliz. Huacachina é para quem curte esporte radicais e recomendo ficar lá até mesmo apra conhecer Ica, porque é um vilarejo lindo, simpático, super fácil de andar e altamente recomendável para casais. Next stop da viagem pelo Peru: Ica!

Lima!

Hola chicas queridas que tal? Acabo de voltar do Peru! Um país fascinante e cheio de aventuras e mistérios!  Foi uma viagem alucinante!  Fui para alguns lugares lá e claro para a lendária Machu Picchu! Mas, vou dividir o tema em alguns posts para não contar tudo de uma vez né? Então vou começar falando sobre a capital do Peru a cosmopolita Lima!

Lima fica no litoral, de frente para o Pacífico. Você pode pular de parapente facilmente e por um preço amigável que vai equivaler a tipo R$120,00. A moeda peruana se chama Nuevo Sol e é super difícil de encontrar fora das grandes capitais.  Minha recomendação é trocar no máximo 200 Nuevo Soles aqui e o restante lá, na rua está cheio de funcionário com coletes da prefeitura, acredite você ganhar muito mais do que se trocar aqui no Brasil, onde você vai pagar mais caro que o real por um Nuevo Sol que vale R$0,78!!! Também é recomendável levar dólares para os passeios mais turísticos como Machu Picchu por exemplo. Leve uns U$300,00 para esse tipo de coisa.

Eu no Parque do Amor, visita obrigatória! Lindo!
O Parque do Amor fica em Miraflores, região boêmia e turística onde eu recomendo ficar e onde eu mesma fiquei. Na ida fiquei no Che Lagarto de Lima, que tem uma localização realmente fantástica (a localização sempre perfeita é padrão da rede Che Lagarto). Na volta (fiquei um dia em Lima antes de voltar ao Brasil) fiquei no hostel Loki, também em Miraflores, o Loki é reconhecido pelo ambiente de permanente festa, dado principalmente pelo staff composto sempre por viajantes que resolveram ficar! Achei a localização do Che Lagarto melhor, fiz ótimos amigos por lá (descontando claro o tiozão mal-humorado que trabalhava a noite), mas o ambiente festeiro do Loki foi uma ótima despedida de Lima! Também recomendo o Maná Hostel que fica em Miraflores, fui lá tomar uns bons drinks e adorei o staff e o ambiente super aconchegante, achei ideal para ir em grupo fechado ou casal. Então resumindo, hostel em Lima:
Maná Hostel
Che Lagarto
Loki

Todos em Miraflores.

Mais uma do Parque do Amor


Exposição no Parque Kennedy. O Parque Kennedy fica no coração de Miraflores e lá tem um centro de informações bem bacana para o turista, inclusive com mapas e etc. Lá também tem uma feira que começa todos os dias as 17:00 e onde você pode comprar os melhores presentinhos a preços pexinxa. Sim, a menos que sejam cartões postais, todo o resto vale comprar na feirinha do Parque Kennedy. Eu amei uma blusa em Águas Calientes e comprei, paguei na pexinxa 50, nuevos sol, e a mesma blusa estava 35 na feirinha do Kennedy 🙁 os famoso gorrinhos podem ser levados a 2 por 15! Ah e sempre pexinxe, sempre você ganhará algum descontinho 🙂


O Centro Histórico de Lima tem igrejas lindas! Recomendo passear pelo Centro Histórico no ínicio da noite, tipo as 18:00, é lindo e você vê muitos jovens andando de skate e patins e pode sentar em um barzinho, jantar e tomar um bom Pisco ou uma boa Cusqueña, a cerveja tradicional peruana!

Plaza Mayor ou Plaza de Armas é ponto obrigatório de visita. A cidade nasceu a partir deste ponto.


Eu no S, esse S significa Sismo, terremoto minha amiga! E significa que no momento de tremor você pode correr para onde há o S que estará mais segura, há círculos nas ruas e paredes com o símbolo que seriam os lugares mais seguros dentro de ambientes fechados. O Peru sofre bastante com terremotos e é algo que infelizmente pode ocorrer.


Escultura de chocolate no Museu do Chocolate de Lima, fica em Miraflores, você tem um apanhado da produção e história do chocolate, se quiser pode fazer cursos e os atendentes são hiper simpáticos e falam português, recomendo sentar lá e tomar o melhor chocolate quente da vida. Sim! Melhor até do que o fabuloso Angelina de Paris! Eu pedi um que chamada Submarino. Só o preço que não é muito doce mas vale a pena, mesmo! Chocolates no Peru são tudo de bom!

A noite de Lima rola mesmo é de sexta e sábado, mas isso não me impediu de ir em bares em Miraflores, onde nos outros dias só tem turistas e finalmente adentrar um Cassino! Eles são legalizados no Peru e foi muito divertido entrar em um Cassino as 5:30 da manhã rsrsr. Me senti em Las Vegas, mesmo sem ter ido rsrs!

Confesso que queria ter feito muito mais coisas em Lima, mas como fiquei lá na verdade apenas dois dias e três noites e foi sempre na partida e chegada, não pude conhecer mais, sei que faltou o Parque das Águas e vários museus,  mas vivi intensamente cada segundo lá e isso é o que importa. No que se refere a compras, lá tem a rede de lojas Falabella, que eu ameiiii no Chile, mas como estava fazendo mochilão e fui bastante econômica nem adentrei a Falabella para não passar vontade! Mas para quem vai com a intenção de investir em coisas boas e fashion, a Falabella é tipo sensacional, tem produtos ótimos que tem cara de exclusivo mesmo não sendo hehehe e por preços dignos, pelo menos no Chile, não creio que deva ser diferente no Peru, fica a dica!

Viva Lima! Bjo, bjo!