Trilha da Pedra Bonita

rio1

Recentemente tive a oportunidade de voltar à cidade mais maravilhosa deste país – Rio de Janeiro – claro! E resolvi ao invés de focar na badalada vida noturna carioca, preferi apostar nas atrações naturais que tornam essa cidade maravilhosa e nisso optei para subir a trilha da Pedra Bonita!

rio2
A Pedra Bonita é um dos mirantes naturais mais belos do Rio, sua trilha exige esforço físico leve e no cume pode-se desfrutar de uma das vistas mais espetaculares da cidade. Tipo olha essa foto!

rio5

Não consigo nem esconder a alegria rsrsr!

rio6
Para ter essa vista brilhante, eu subi com o Vinícius Viegas e a Gi Maluket, do Nattrip Turismo. Já conhecia o Vi de outra aventura, em Paraty: o cara manja muito de natureza, primeiros socorros, resgate e história dos locais.

rio7

Selfie para desbravadores!

rio8

Vi e Gi: meus guias de emoção!

rio9

Aqui eu contemplativa observando a Pedra da Gávea:

os-trapalhoes-na-terra-dos-monstros-trilha-sonora-1989-1

Entendedores entenderão, se não, recomendo ver o filme rsrs!
rio10
A Pedra Bonita possui 693m de altitude e está localizada no setor C do Parque Nacional da Tijuca.

rio11

O cenário no topo da Pedra Bonita é lindo: a Pedra da Gávea com toda sua imponência se revela entre as praias da Barra da Tijuca e São Conrado, com a imensidão da Floresta da Tijuca compondo nosso redor.

rio12

Muita gente sobe para fazer caminhada e esporte de aventura. Tirei essa selfie do Vi fazendo fotos da turma lá em cima.

rio13

Fui em um dia que estava nublado, mas tive a sorte de ser abençoada e ver o céu azul lá de cima!

rio15

rio16

Vi e Gi no local onde a galera pula de parapente ou asa-delta. Por sua localização privilegiada, a região da Pedra Bonita também conta com a única rampa de decolagens de vôo livre na cidade do Rio de Janeiro.  A rampa de vôo livre possui uma arquibancada para que possamos assistir às decolagens, é de lá que o pessoal do Nattrip costuma sair.

RIO18

Floresta da Tijuca! O Rio é a cidade com maior area florestal do planeta!

RIO19

Gratidão pela vida!

RIO20

Nattrip Ecoturismo e Aventura
Rua Jorge Rudge 67A/203, Vila Isabel, RJ- RJ 20550-220
E-mail: contato@nattrip.com.br

Telefone: +55 21 3264-0182

Informação: Whatsapp: +55 21 9-6931-8893


Meu vídeo de viagem!


A subida demorou entre 30 e 40 minutos e tive a oportunidade de avistar macaco e diferentes pássaros. Recomendo levar água e ter tomado um café da manhã reforçado. Roupas confortáveis e tênis com solado bom! Vá e seja feliz! Bjo, bjo!

Colômbia

DSC_0100

Em janeiro eu tive a oportunidade de ir para um país que estava na minha lista desde 2013: Colômbia!
Um lugar incrível cheio de energia, cores, praias lindas, um clima incrível, uma natureza exuberante e aventuras deslumbrantes!
Fui extremamente feliz lá, claro que em grande parte pelas pessoas fantásticas que me acompanharam e que o destino me pôs no caminho!
Compartilho um pouquinho desta aventura em dois videos que seguem abaixo e espero postar logo em breve mais detalhes sobre as cidades e hostels:

Viva Colombia! Beso!

Patmos

Verão aqui, verão lá, esse é meu lema, claro que não é fácil fugir pro calor, nem sempre é possível, mas assumo que sofro com o frio e adoro um solzão!

No ano passado aproveitei férias no fim do outono pra fugir para o hemisfério norte, onde a primavera reinava e o verão já dava seus primeiros sinais. Uma das paradas do Cruzeiro que fiz pela Grécia foi em Patmos:

DSC05405

Olha só a alegria ao avistar a ilha, ainda no navio:

DSC05413

Primeira parada: Praia! Confesso que a água estava gelada, mas as pedrinhas massageavam os pés. Comecei a jogar pedrinhas no mar e o engraçado é que várias pessoas começaram a fazer o mesmo.

DSC05420

DSC05475

 Caminhando me encantei com as casinhas:

DSC05423

E a igreja ortodoxa:

 DSC05425

DSC05479

Não havia adquirido nenhum passeio pelo Cruzeiro e resolvi me aventurar. Detalhe:  na área residencial, onde  as pessoas falam grego (e eu não). Mas me sentia um pouco grega . Todo mundo me falava yá, e eu respondia yá (yá é como o nosso olá, o bom dia é kaliméra, com essas informações que eu havia aprendido no navio já me sentia nativa).

Vi uma placa turística que falava de um local chamado kasteli, eu não sabia o que era, mas segui as placas.

 DSC05472

Cheguei no topo de uma montanha:

DSC05443

A vista de ambos os lados da ilha era incrível:

DSC05466

Porém, de lá de cima, vi meu navio se afastando e quis voltar, como não sabia o que era o tal Kasteli para mim era aquele local mesmo, e  me contentei. No desespero de voltar não consegui achar a trilha. Detalhe: estava de short curto e chinelo, roupa perfeita para uma trilha no meio do mato, só que não. Resultado: fiquei toda arranhada. Mas valeu a aventura! No caminho de volta encontrei essa pedra que chamei de pedra da caveira:

DSC05467 

Ao descer descobri que o navio ainda estava esperando, e que um barco levaria até ele. Aproveitei o tempo remanescente para caminhar até o outro lado da ilha que também era lindo!

DSC05480

Momento de alívio, já dentro do barco, voltando para o navio, e aproveitando esse lindo pôr no sol:

DSC05485

Viajar sozinha pode tornar a aventura um pouco perigosa, mas viajar sempre vale a pena!

Minha dica para quando for a algum local não planejado, e não conhecido, é tentar convencer alguém (nem que seja alguém dali mesmo), a te acompanhar, ou tentar se comunicar com alguém que te entenda  e conheça o local para pedir informações.

Até!

Machu Picchu

DSC03786

Finalmente eu posto sobre minha viagem à Machu Picchu!

DSC03879A cidade perdida dos Incas, tem como base o pueblo de Aguas Calientes, uma cidadezinha turística há cerca de 45 minutos andando da entrada de Machu Picchu.


DSC03876
Eu recomendo comprar a entrada de Machu Picchu em Cusco, vai sair mais barato do que tudo, só recomendo comprar antes Wayna Picchu, que é uma parte mais elevada, acima de Machu Picchu e cuja entrada é limitada a 300 pessoas por dia.

DSC03874Não consegui comprar Wayna Picchu, porque é recomendado comprar com pelo menos 30 dias de antecedência. Então resumindo: são duas entradas diferentes: Machu Picchu e Wayna Picchu.


DSC03826
Ninguém sabe dizer como Machu Picchu acabou, o fato é que a cidade tem de fato uma energia diferente.

DSC03829Sinceramente Machu Picchu não é um lugar completamente seguro, pelo contrário, é para quem tem preparo físico e não tem medo de aventuras. São muitas escadas, e como presente você está num lugar mágico com vista maravilhosa. Lá de fato não tem acessibilidade para cadeirantes e já aviso que deve ser muito difícil para quem utiliza muletas.

DSC03834Tem llamas super dóceis para nos recepcionar!

DSC03844Fotos turísticas rsrs. Seguinte: comprei a entrada de Machu Picchu e a tour em Cusco ficou cerca de 240 dólares, com ida e votla com uma vã emocionante – rola a frase: Peru piores estradas, melhores motorista – com um cara que ficava ouvindo uma cumbia insuportável e felizinha rsrsr, hotel em Aguas Calientes, almoço, janta e café da manhã.


DSC03873
Não fiz a trilha inca, que demora em média 4 dias. Fiz o caminho de ir até Hidrelétrica de vã e de lá ir a pé para Aguas Calientes. Dormi em Aguas Caliente e no dia seguinte acordei 4:00 da manhã para subir a Machu Picchu pelas escadas antigas.

DSC03799

Sofri com a soroche, o mal da altura. Tenho um bom preparo físico, mas meu corpo não teve tempo suficiente para se aclimatar em Cusco – dizem ser necessários aos menos 4 dias – na hora de andar em linha reta, ok, era normal, mas bastava ter que subir degraus para eu quase morrer e eu tinha que estar na porta do parque as 06:30 para poder ter visita guiada – se perdesse ok, mas é mais legal ter o guia, né? Acabou que deu tempo.

DSC03795

Recomendo levar coca para mascar e bombinhas de oxigênio, ou ficar mais tempo em Cusco. Claro que tem a opção mais confortável de subir de ônibus à Machu Picchu por 20 dólares, mas duvido que tenho sequer 1/10 da graça que é subir pelas escadas embrenhadas no parque e sentir um pouco do que deve ter sido viver naquele lugar!

DSC03793

O prazer de chegar à Machu Picchu depois do sacríficio de subir mais de mil degraus no seio dos Andes é impagavel!


DSC03790

Vini, vidi, vici!


DSC03778
Mais llamas!


DSC03773
Cheguei assim: suando, morrendo de calor depois de 1:30 de luta para subir as escadas contra a soroche!


DSC03756
O caminho para Aguas Calientes, partindo de Hidreletrica, leva de 40 minutos a 2 horas. Esse eu fiz em 40 minutos mesmo, porque não tinha escadas rsrsr. Também claro é possível ir de trem, mas aí você perde o passeio pela floresta peruana.


DSC03752
Siga a linha do trem! Cada um por si aqui, rsrs!

DSC03764 Cenários lindos para aqueles que desbravam.

 

DSC03760 Quem vai de trem, pode ter conforto mas não vê esses cenários! Não esqueça de levar sua água! eu levei um litro! Outra coisa, deixei meu mochilão de viagem no hostel emCusco – de grátis – e levei uma mochilinha para guentar a trilha, com garrafa de água, uma muda de roupa e cereais: leveza é fundamental!


DSC03748

É importante não esquece farolete e por tênis confortáveis que você está acostumada a usar!

DSC03749

A natureza brinda os aventureiros! Não posso explicar a sensação de estar em Machu Picchu, digo apenas que é única, sobrenatural, plena:

DSC03770

Cusco

DSC03718

Hola queridos, como estan? Daqui a pouco já vai fazer um tempão que eu voltei do Peru e ainda não terminei os posts sobre lá rsrs. Então vamos falar sobre Cusco! Cusco é uma cidade do Vale de Huatanay, o Vale Sagrado dos Incas, nos Andes, com população de 350.000 habitantes. É a capital do departamento de Cusco e da província de Cusco.

DSC03720Cusco tem uma arquitetura linda! Mas atenção as vielas e escadas antigas, estão a 3400 metros de altitude, o que faz com que todos que cheguem e não tenham aclimatação em locais de grande altitude, passem pela soroche, o mal da altura.  Há até bombinha de oxigênio nas farmácias que você pode comprar. Sinceramente eu indico comprar um pacotinho de folhas de coca assim que chegar e não se preocupe folha de coca não é cocaína. O ruim da folha é que o gosto é meio amarguinho e você se sente uma llama mascando aquilo o dia todo rsrs.

DSC03722

Fiquei em Cusco no Loki Hostel, e adorei! Tem café o dia todo disponível e o bar é um dos mais loucos que eu já fui na vida, e isso contando bares comuns mesmo rsrsr. Sensacional! Ouvi coisas boas também sobre o Che Lagarto Cusco e sobre o Milhouse Hostel.

DSC03726

As ruas são antiguinhas e fica a dica de que o comércio fecha cedo, já as baladas… de domingo a domingo a noite não para!

O legal é ir de bar em bar ao redor da Plaza de Armas, até porque normalmente não se paga para entrar e até meia noite é possível ainda ganhar shots! Viva Peru!
DSC03730 Sou turista que não tem medo de pagar mico rsrsrs! Cusco é parada obrigatória para quem quer ir a Machu Picchu, lá é a maior cidade perto das ruínas, aliás indico comprar o ingresso e a tour para Machu Picchu em Cusco e não antes, já que lá você irá pagar muito mais barato. Só recomendo comprar antes, aliás com mais de um mês antes, caso queira a entrada de Wayna Picchu, que fica acima de Machu Picchu e que só pode ter 300 acessos diários. A entrada  de Wayna normalmente acaba em prazos de até dois meses!!!


DSC03731

Achei simpática a fonte apesar de ela não funcionar.

DSC03732Plaza de Armas.

DSC03735A Plaza de Armas tem duas igrejas lindas. O motivo? Dois grupos rivais queriam fazer a igreja mais bonita para que o Papa desse seu verdicto, o Papa da época disse que não tinha como decidir porque as duas igrejas eram igualmente belas. Verdade pura! As duas são lindas!

DSC03737A bandeira inca é o arco-íris, o que me fez pensar que os gays roubaram os incas rsrs, brincadeira!

DSC03740Por 140 soles é possível ter um passeio fantástico de qudriciclo pelos arredores de Cusco, já aviso que o lance é díficil de manobrar, eu quase capotei, mas depois foi fantástico! Exige uma certa força física e bastante resistência, se você já acha que não aguenta, o melhor é ir na garupa de alguém.

DSC03746

Meu time do quadriciclo!

DSC03744 Uma visão privilegiada de Cusco, que só quem se aventurou pelos tortuosos e aventurosos caminhos do quadriciclo teve rsrs. Beso, beso!

Nazca

969840_10201448575082084_1934566022_n

Buenas chicas, finalmente voltei a contar minha viagem do Peru rsrsr, nossa parada hoje é em Nazca.

Em Huacachina conheci o señor  Hector Calderón Aliaga, que como eu disse no post de Ica, foi fantástico e fez um preço super bacaninha e nos levou por lugares fora do status quo, contato do Hector: soysonguito.50@hotmail.com Celular:( o código do Peru é 51) 956-763385

Parei com o jabá não pago, mas é que ele foi ótimo mesmo, nos levando por povoados e lugares incríveis.

931420_10201448573522045_1736518979_n

O caminho não é dos mais fáceis, são algumas horas pelo deserto de Nazca, sem muitos postos ou paradas por alguns espaços de tempo, mas o cenário é lindo.

936379_10201448570161961_904847911_n
No caminho a Nazca paramos em um vilarejo onde havia catacumbas de monges!

SAM_0033

Túneis não muito confiáveis: aventura total!

SAM_0041

O lindo deserto de Nazca!

DSC03611

Aqui é possível ter uma noção da imensidão da rota!

DSC03618

Primeiro mirante: é bom levar alguns suelos, pelos 3 por mirante para dar propina aos señores que dão manutenção neles.

DSC03620

O mirante é uma escadaria suspensa.

DSC03661

Escultura no Museo Maria Reiche (entrada 8 suelos se não me engano).

DSC03662

Simulação de como era a casa da Maria Reiche, uma alemã que se apaixonou pelo Peru e foi a grande pesquisadora das misteriosas Lineas de Nazca.

DSC03663

Múmia inca.

DSC03674

A estrada…
DSC03703

Placa de Cahuachi que pode, segundo os arqueólogos, ter a maior area de templos rituais do Peru.

DSC03709

Piramide de Cahuachi bem ao fundo.

Me apaixonei pelo deserto de Nazca, foi um dos melhores passeios que eu fiz na vida. Cheio de aventuras, zero conforto, muito mistério e história e fantástico.

DSC03679

Huacachina

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Continuando os posts da minha trip pelo Peru…Em Lima eu e meu companheiro de viagem avistamos um cartaz fascinante que falava sobre o oasis de Huacachina, o único oasis da América! E lá fomos nós para Ica, cerca de 4 horas e meia de viagem em um ônibus da  Peru Bus, tem tipo toda hora saindo de Lima, e  ainda te servem lanchinho no bus, só a tv alta cheia de comerciais que me incomodou horrores, mas o ônibus em si não deve em nada para as melhores empresas brasileiras, com a vantagem do lanchinho rsrs.

DSC03533

Vista do lago de Huacachina. Que segundo a lenda nasceu a partir onta a lenda que o oasis se formou com as lágrimas de uma bela jovem de cabelos negros e profundos olhos verdes, desconsolada pela morte de seu amado, um valente guerreiro inca.

DSC03536

Ao chegar já combine o preço do taxi. Me foi cobrado 5 nuevos soles. E o taxista acabou nos deixando no hostel Rocha. Recomendo dar um Google nos reviews Hostal Rocha in Huacachina: bizarro e divertido, tudo ao mesmo tempo. O hostel era muito barato, pegamos um quarto privado de camas separadas no qual cada um pagou apenas 20 nuevos sol por dia. Mas o lugar era meio sujo, o banheiro nojento. Nos acordaram as 6:00 da manhã para perguntar se queríamos café (?!) , quase arrombando a porta e aí no dia seguinte eis que ele falou que não tinha café da manhã porque o povo tinha ido numa festa e ninguém fez…sério! Ah e ele também tentava empurrar todas as tours para a gente. Recomendo comprar o passeio de buggy com sandboarding na pracinha de Huachina. Verdade seja dita, a área livre do hostel é linda! Mas fica a dica de buscar outro hostel por lá.

DSC03594

Huacachina é um vilarejo de 115 habitantes que fica perto de Ica, tipo uns 20 minutos da rodoviária.

DSC03595

Huachina é minúscula, recomendo dar um giro pela lagoa, vai ter bares sensacionais por aí.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Todo mundo vai a Huachina pelos passeios de buggy com sandboarding, pura adrenalina.  Custa entre 35 e 45 nuevos soles, dependendo de onde você comprar, você vai pagar mais barato comprando ao redor da lagoa e pechinchando.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O passeio de buggy parece de montanha russa.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Minha primeira vez no sandboarding comecei indo de pé, mas sai rolando na areia fininha, pura diversão!

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O lindo deserto de Ica.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

O por do sol no deserto é indescritivelmente lindo.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Me senti maravilhada e incrivelmente feliz. Huacachina é para quem curte esporte radicais e recomendo ficar lá até mesmo apra conhecer Ica, porque é um vilarejo lindo, simpático, super fácil de andar e altamente recomendável para casais. Next stop da viagem pelo Peru: Ica!

Embajadora Buena Onda

Creio que já tinha dito que não ia mais largar o blog por tanto tempo, bem não deu… eu tive as férias mais quentes da minha vida, graças à rede Che Lagarto de hostels, a maior rede privada da América Latina.

Tudo começou um pouco antes do Natal, quando vi na página do Facebook do Che Lagarto a proposta de ser uma embajadora Buena Onda. Enviei uma frase dizendo porque eu merecia viajar de graça e porque gostava tanto de viajar, depois enviei um vídeo contando mais sobre mim, aí rolaram algumas entrevistas por skype até que em poucas semanas veio o tão sonhado sim! Eu era Buena Onda! A expressão em espanhol que significa para cima, coisa boa e enfim, tudo de bom! Mais feliz impossível!

Como eu já tinha me hospedado no Che Lagarto, já conhecia a rede e a filosofia buena onda do Che e amava claro! E amo ainda mais hoje, depois de ter sido uma embajadora Buena Onda!

 

Tá, mas no que consiste ser uma embajadora Buena Onda? Bom imagine viajar de graça, ter refeições, bebidas (inclusive drinks), tours e festas for free? O sonho de qualquer viajante não? Claro! E foi essa a oportunidade que eu tive: de vivenciar a experiência Che Lagarto com uma viagem fantástica pelas cidade do Rio de Janeiro e Paraty de grátis! Minha única obrigação era compartilhar nas redes os momentos de sonho que estava vivendo!

O Rio de Janeiro ficou pequeno para o tamanho da minha alegria! Fiz amigos de todo o mundo e me diverti como nunca! Ps: a língua mais falada durante minha viagem foi o espanhol, jajaja!

Party Bolt, festa luxo que sai da Marina da Glória.

Flora verde e amarela, viva esse país lindo chamado Brasil!

Adorei este barco rosa e ainda chamava Rock in Rio rsrsrs, estava no porto de Paraty.

Ainda virão muitos posts sobre as coisas que tive a oportunidade de fazer durante esta viagem: teve baile funk no morro, favela tour, nadar no fundo do mar, trilha selvagem, baladas vips e muito mais, se preparem, rsrsrs! Ah! Se você quer saber mais sobre como ser uma embajadora Buena Onda, entre no Face do Che Lagarto https://www.facebook.com/chelagarto você deverá fazer um vídeo de um minuto postar no youtube e enviar o link por email! Boa sorte!!!! Abaixo meu vídeo:

 

Mochilas

Olá, olá, sei que mochilas não são a coisa mais chique do mundo, mas são bem práticas para o dia a dia para quem tem principalmente que emendar trabalho e estudo ou para viajar. Sorry mas eu só viajo com mochilas, porque detesto tablets  e também sempre levo kits de emergência, além de ser mais fácil na hora de guardar objetos comprados de última hora em aeroportos ou rodoviárias como livros, revistas e de repente até um perfume em free-shop, ok que quando compro algo em free-shop normalmente estou com uma bolsinha transversal com documentos a mão e a mochila com câmera e netbook que é o tipo de pc que levo em viagem e me permite fazer as mil coisas que preciso fazer em computador, ok que sem o mesmo conforto de um laptop ou desktop mas no meu caso é melhor que um tablet (não adianta não tenho paciência rsrs), entonces que tal algumas úteis e bonitinhas?

 

 Diferentes tipos para diferentes personalidades.

Eu de mochila nos Eua.

Clebrities com suas backpacks.


Para atividades físicas nada como a praticidade das mochilas.

Fica a dica de buscar uma mochila que combine com seu estilo e atenda suas necessidades! Bjo, bjo