Eu fui: Odin´s Krieger Fest 2016 dia 2

13268029_1035170169906466_8002801406139046781_o

E tadam: mais um festival! Desta vez fui ao Odin´s Krieger Festival! Fui no ano passado, no dia 15 de agosto, e, foi maravilhoso, e claro que voltei e voltarei sempre!

Comprei ingresso para os dois dias, mas só consegui ir no segundo, porque o primeiro caia na véspera do Dia das Mães e né, Sampa grey city fica longe de Biri rock city onde vive minha mama rsrs.

Vamos ao que interessa!

Bandas

Antes de tudo, o que me faz desembolsar meu suado dinheirinho para comprar um ingresso e viajar, me transportar e etc para um evento são as bandas que nele estarão. O dia 2 do Odin para mim já era melhor pelo simples motivo de ter a maior banda de folk metal da América: Tuatha de Danann!

13221415_1035162336573916_8921690153193628854_o

O evento começou com Mandala Folk, que não conhecia e achei bacana, e, eles utilizaram diferentes tipos de instrumentos tradicionais.

13254939_1035167543240062_6033395034213685388_o

Em seguida vem O Bardo e o Banjo, que executou uma ótima versão bem folk country de The Bard´s Song, do Blind Guardian (<3 <3 <3 amo tanto que nem adianta desenhar mais corações, porque não dá para descrever). Vejam o video e vem dançar em roda comigo:

Video by Paulo Chopps. (baixista do Armahda, na minha humilde opinião a banda revelação do metal nacional dos últimos anos).

13246264_1035171666572983_3810182317298541305_o

Como terceira banda, aquela que provavelmente é a mais famosa banda de folk tradicional do Brasil: Taberna Folk, que como sempre fez um excelente show regado à bons drinks com rodas felizes e serelepes.

12322611_1035181523238664_7413718844091741098_o

Para encerrar a noite: Tuatha, Tuatha, Tuatha! Show de duas horas pleno de clássicos e músicas novas, com muita emoção e fãs sinestésicos. Sério: há um ano atrás fui a um show de retorno em Bauru, e me dá tanta alegria ver uma banda que escuto desde os 15 anos voltando com tudo e conquistando uma molecada que tinha a mesma idade que eu quando ouvi pela primeira vez! Que a Deusa os abençoe!

Feira

13268029_1035160646574085_4113117556081188325_o

Havia muitas coisas interessantes: drinking horns, vestidos, armaduras, poções, cosméticos, cintos, cristais e até trufa de hidromel que estava supimpa!

13064543_1035160743240742_1892447669764244794_o

13221359_1035160656574084_4150805623011443111_o

Contras

Audio estourando. No ano passado isso estava pior, mas infelizmente ainda não conseguiram arrumar de vez de um ano para o outro. Algumas vezes também um instrumento sumia ou ficava mais alto que os outros. A música é o principal atrativo do evento, então, é bacana caprichar. Tomara que no próximo isso tenha se resolvido por completo.

Preço! O preço continua sendo alto para comprar bebidas. Água extremamente cara: gente, cade a humanidade? Pelo menos a breja agora era Miller (não melhorou muito, mas é melhor que a Skol a oito contos do ano passado!).

Hidromel: houve muitas reclamações em relação a qualidade e o preço do hidromel.

Prós

Por ser um evento folk já tem tudo de pró rsrs! Mas a localização da Clash é fácil acesso, o que é ótimo e os banheiros da casa são bem limpos e numerosos, com muitos espelhos. No banheiro feminino até cheguei a pegar fila, mas é super rápido. Ponto para o Clash.

13198508_1035175159905967_6675426289796228594_o

As lutas também foram bem bacanas, assim como a presença do Vitão Bonesso.

13220048_1092065394187535_2094265525_n

A galera estava linda e feliz, foi mágico! Até o Rollo do Vikings compareceu!

13247968_1035179713238845_6151297832030983092_o

Sugestão

Tenho cinco amigos que iriam e não foram porque não tinham lugar para ficar em Sampa, e aí pensei: falta um festival folk de dois dias com camping! Tipo… por quê não fazer em algum sábado e domingo ou emendar um feriado e ser em alguma fazenda com direito à camping? Somos amantes do folk e amamos uma natureza: acho que poderia receber mais pessoas e seria lindo!

13235245_1035167093240107_7493738329193661724_o

Ps: peguei as fotos do Facebook do Odin, já que não consegui levar minha câmera!

E para deixar com gostinho de quero mais o Tuatha de Danann:

Beijo, beijo e let it folk!

 

Maryland Renaissance Festival

Maryland Renaissance Festival é um um festival renascentista localizado em Crownsville , Maryland, bem próximo à capital Annapolis. Situado numa vila inglesa do século 16 chamada Revel Grove, o festival se espalha por mais de 25 acres (100 mil m²) e é o segundo maior festival do renascimento nos EUA (o primeiro é na Pennsylvania).  A festa geralmente é realizada entre a terceira semana de agosto e a terceira semana de Outubro de cada ano e inclui a celebração da colheita de Outono.

Domingo dia 16 de Outubro estive lá. Realmente voltei no tempo. Que tempo legal, mas nada como os dias de hoje! A gente pode achar tudo lindo daquela época e realmente é, mas não havia nem 10% de todo conforto e facilidades de hoje em dia… mas quem sabe as pessoas eram até mais felizes…

De qualquer forma, sem filosofar se era mais legal aquela época ou essa, me diverti muito e vi muitas coisas peculiares que me chamaram a atenção e vou compartilhar aqui com vocês…

Neste festival as pessoas se fantasiam com aqueles trajes lindos da dinastia Tudor, século XVI, gnomos, bruxas, elfos, fadas, o que sua imaginação permitir… e se sentem de volta no tempo. Tem shows com performances da época, músicos, danças, uma infinidade de acontecimentos que fazem vc esquecer que lá fora passa uma rodovia e seus amigos estão postando no Facebook. Muito legal!

Uma delas é a liquidação de rabos, Tail Sale. Todo elfo que se preze tem um rabinho no meio das pernas… e eles vem nas mais variadas cores e tamanhos… estes aqui custavam apenas U$25.00 (que dó do bichinho que morreu pra essa porcaria ser vendida…)

Tail Sale

Outra coisa interessante que vi por lá foram as mulheres com roupas super sofisticadas. Tem gente que improvisa no ‘vizu’ como eu que não gastei um centavo pra minha produção semi-renascentista, mas tem gente maníaca por essas coisas (tipo as pessoas que jogam RGP – live-action) que gastam milhares de dólares (ou reais) pra fazer um traje realista… mandaram muito bem essas pessoas da foto (tirando eu, é claro…)

Pessoas extravagantes

O bom e velho Rock n’  Roll também marcou presença no festival, mesmo que só tocasse música medieval, celta, ruídos de gaita de fole e afins, o espírito do Rock estava lá… bem presente… vê-se pelas figuras excêntricas e devidamente vestidas com uma pontinha de couro e metal, materiais altamente usados para confeccionar peças para metaleiros e afins… Adereços rock n’ roll não faltaram, e eu também não deixei minha jaqueta e botas de couro (falso, claro) em casa… hahaha!

meu estilo semi-medieval…
os santos e os diabólicos
esses caras são do rock, certeza!

Para finalizar nossa viagem de volta no tempo mais umas figurinhas carimbadas do festival que achei que valiam a pena serem mostradas aqui…

estilo armadura: sempre prezando pela flexibilidade e conforto!
a galera super bem vestida pro almoço de domingo!

É isso aí… espero que tenham gostado e vamos agitar um desses no Brasil, deve existir, mas não é tão popular como aqui. No Brasil sei que tem mas uns poucos nerds do RPG (como eu há muitoooss anos atrás fui) sabem que ele existe… e é um evento super divertido, cultural, familiar, fashion e gastronômico e etc…

Boa semana a todos!

e para finalizar, um pensamento Renascenista

“Porque há dias que colocaram em minha alma um não sei quê, que nasce não sei onde, parece que eu não sei como e dói não sei porquê.” (Lúis Vaz de Camões)

Beijos