Praia no frio – Vila Velha – ES

Todo mundo conhece o que é uma praia, certo? Uma praia é uma formação geológica composta por partículas soltas de mineral ou rocha na forma de areia, cascalho, seixo ou calhaus ao longo da margem de um corpo de água, ou seja, uma costa, quer do mar, de um rio ou de um lago.

DSC_0055

As praias arenosas oceânicas sofrem grande influências das marés e das ondas. Nestas praias podem distinguir-se as zonas abaixo descritas:

Zona de Arrebentação – é a parte da praia onde as ondas “arrebentam” ou se “quebram”. Se houver bancos de areia afastados da praia podem ocorrer outras zonas de arrebentação sobre estes.
Zona de Varrido – é a parte da praia “varrida” pelas ondas periodicamente. Está entre os limites máximo e o mínimo da excursão das ondas sobre a praia. Logo após esta zona pode ocorrer uma parte onde se acumulam sedimentos – a berma. Devido às marés e às tempestades e ressacas esta parte da praia pode avançar e regredir.
Existem diversos tipos de classificações de praias. Duas destas classificações são a da “Escola Australiana” e da “Escola Acadêmica Brasileira.”

DSC07132

As praias oceânicas costumam ser divididas da seguinte maneira:

De tombo: São inclinadas e têm areia grossa e clara. A profundidade aumenta abruptamente entre a faixa de areia e a água, e as ondas quebram muito próximas das praias de areia. Costumam ser as preferidas para a prática de esportes náuticos como o surf. No Brasil, esse tipo de praia é mais comum no Estado do Rio de Janeiro.

Rasas: São planas e têm areia fina, firme e geralmente escura. As ondas quebram longe da faixa de areia e a profundidade vai aumentando gradualmente, conforme vai se afastando mar adentro. No Brasil, esse tipo de praia é o mais comum no Estado de São Paulo, com algumas notáveis exceções como a de Maresias. Assim como essa linda praia em Vila Velha -ES.

DSC07131

Mas geralmente as pessoas desfrutam das praias no verão, quando o calor e as multidões ocupam esse delicioso espaço. Minha dica é aproveitar a praia também no inverno! Alguns bons motivos são: Estradas livres; Preços; Sossego; Tempo ; É mais romântico; Excelente para praticar exercício físico sem plateia; Aliás, a praia é praticamente privativa, só sua!; Compras com tranquilidade; Mar irado; Visita ao que nunca viu, como pontos turísticos e atrações; Festas, festivais, festinhas; Conhecer de fato a realidade local, as pessoas e a cultura da região. Eu só tenho lembrança boa de Praia no inverno!

DSC_0074

Essa praia das fotos é a Praia da Costa, em vila Velha, emoldurada por calçadão, ciclovia, quiosques, bares, restaurantes e hotéis. Além dessa, na região há a Ponta da Fruta e a Barra do Jucu que reúnem a turma do surf. Rústicas e tranquilas, as praias oferecem clima de vila de pescadores, igrejinhas e lagoas para a prática de canoagem.  Completam o cenário as praias da Baleia, com boas ondas, e Itapoã, procurada para a prática de vôlei e futebol.

DSC07135

Aproveite o fim do inverno e vá a praia, até o mar gelado, para reabastecer as energias, é uma delícia!