Crème brûlée

De todos os países da Europa a França era o que eu
mais queria conhecer, mais especificamente Paris, mas nunca é tempo suficiente (independentemente
de quanto tempo voce fique por lá) para ver tudo o que de mais incrível existe, mas essa minha viagem
tinha um dos pontos bem estabelecidos, eu precisava experimentar um crème brûlée.

Algumas pessoas já me perguntaram o que é um crème brûlée, então segue a receita:

Ingredientes
5 gemas
1/3 xícara (chá) de açúcar, 350 ml de creme de leite fresco, 100 ml de leite, 1 1/2 colher (chá) de essência de baunilha, açúcar para caramelizar
Modo de Preparo
1. Preaqueça o forno a 160°C (temperatura média-baixa).2. Separe as claras das gemas. (As claras não serão utilizadas nesta receita, mas você pode guardá-las para preparar um pudim de claras.)3. Coloque as gemas na tigela pequena da batedeira. Junte o açúcar e bata em velocidade alta até obter um creme bem claro.4. Pare de bater e adicione o creme de leite, o leite e a essência de baunilha. Misture bem com uma colher. Deixe a mistura descansar por 10 minutos.Enquanto isso, leve uma panela com água ao fogo alto.Ela será usada para o banho-maria.5. Com uma colher, retire toda a espuma que se formou na superfície da mistura de gemas. Distribua o creme entre seis tigelinhas refratárias (que possam ir ao forno) 6. Arrume as tigelinhas numa assadeira retangular. Leve a assadeira ao forno e, antes de fechar a porta, coloque água fervendo na assadeira, com cuidado, para assar em banho-maria. Deixe assar por 40 minutos. 7. Retire a assadeira do forno e as tigelinhas do banho-maria. Deixe esfriar e leve à geladeira por no mínimo 6 horas. 8. No momento de servir, polvilhe açúcar sobre toda a superfície do creme. 9. Coloque uma colher de sopa na chama do fogão para aquecer bem. Use uma luva, ou pano de prato dobrado, para não se queimar! 10. Encoste as costas da colher quente na superfície do creme, fazendo movimentos circulares, para caramelizar o açúcar. Caso precise, repita esta operação até caramelizar toda a superfície, mas não deixe queimar demais o açúcar.

Imagino que vocês não vão fazer essa receita, nem é esse o objetivo, mas a história deste maravilhoso doce criado em 1691 começou na minha vida no começo dos anos 2000, quando fui ao cinema assistir aquele que se tornaria um dos meus filmes favoritos: Le fabuleux destin d’Amélie Poulain (no Brasil, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain),um filme francês dirigido por Jean-Pierre Jeunet.

E no começo do filme surge o  crème brûlée :

https://www.youtube.com/watch?v=mmllotLUU38

Desde então eu sonhava com esta saborosa iguaria, e era o doce de Amélie que eu precisava comer! Não adiantava fazer em casa… Então nesta viagem pude realizar meu sonho alimentício!

É muito conhecida essa informação, mas se você não sabe o Café onde Amélie trabalhava, o Cafe des Deux Moulins, existe! É é muito fácil de chegar, fica no Montmartre, pertinho do Moulin Rouge, dá pra ir de metrô, muito simples!

O atendimento lá é ótimo, os garçons são lindos, muito educados e sim falam inglês!

O lugar é aconchegante, quentinho, escurinho e tem até uma TV antiga como decoração (sou amante de TVs)

Tem também uma foto da Amélie

Finalmente pedi meu creme brulle, e com direito a acompanhamento de chocolate quente com muito chantilly!

Quando ele chegou, era tão lindo! E saboroso! Era o sabor que eu imaginava! O sabor do sucesso ! O crème brûlée da Amélie era o meu crème brûlée e eu quebrei em mil pedacinhos aquela casquinha.

Pra completar antes de ir embora eu precisava conhecer o banheiro, onde tive mais uma grata surpresa: Objetos do filme. Imagino o que o porquinho falou de mim depois que fui embora.

Conheci alguns franceses que não conheciam o filme, então se você que é do Brasil e não conhece eu entendo, por isso indico! É um filme muito bonito tanto pela história quanto pelas imagens dos locais, que você como eu com certeza vai querer visitar!

Após essa aventura continuei passeando pelo Montmartre e fui à Catedral de Sacré Coeur, a igreja linda que aparece no filme, e tive mais uma surpresa, apesar de ser noite, a igreja estava aberta, e estava começando uma missa, foi linda! A missa mais linda que eu já acompanhei (apesar de eu não entender muito de francês).

Foi minha última noite em Paris e foi inesquecível!

Cool choses de France

Hey hey girls and boys, eu amo a França e as coisas de lá, então pensei em dividir com vocês algumas coisas que curto do país de la Tour Eiffel et de Romain:

Superbus

Os franceses do Superbus
Banda de rock alternativo francês, formada em 1999, atualmente tem em sua formação Jennifer Ayache (Jenn) – vocal, Patrice Focone (Pat) – guitarra e vocal de apoio, Michel Giovannetti (Mitch) – guitarra e vocal de apoio, François-Xavier Even – baixo e vocal de apoio, Greg Jacks – bateria. Conheci durante a aula de francês e ouvindo a que é minha música preferida deles, Sunshine, ps: o refrão é em inglês:

Le blog de Betty

A francesa Betty tem 26 anos, vive em Paris e tem um dos blogs femininos mais famosos do planeta, tirando fotos de seu visual nos lugares por onde passa e também registrando suas compras e gostos.

Coisas fofas no blog da Betty
O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

Le fabuleux destin d’Amélie Poulain (2001), dirigido por Jean-Pierre Jeunet, o filme que revelou Audrey Tautou, é um filme fofo que celebra a esperança e o simples ato de viver, ao contar a história de Amélie que cresceu isolada de outras crianças e agora é garçonete no bairro de Montmartre e vê sua vida se transformar ao ajudar outras pessoas. Já é um clássico!

Le fabuleux destin d’Amélie Poulain

Le Parkour

O esporte das metropoles fundado pelo gatíssimo David Belle consiste em uma atividade cujo princípio é mover-se de um ponto a outro o mais rápido e eficientemente possível, usando principalmente as habilidades do corpo humano. É divertido, atlético e um tanto perigoso!
David Belle em ação!

Undiz

Que Victoria’s Secret que nada! A melhor griffe de lingerie do mundo na minha opinião é a francesa Undiz! Confortável, bonita, jovem, sexy e melhor na época do soldes é super baratinha! E tem linha de roupas, masculina e pijamas, adoro!

Undiz!

Marie Claire

A primeira revista feminina de sucesso foi criada por um homem em Paris em 1937. Tem versões no mundo inteiro, incluso Brasil, óbvio! Apesar de nem sempre concordar com o editorial, sigo a risca o slogan: “Porque chique é ser inteligente.”

Chique é ser inteligente!