Graspop Metal Meeting 2016

20160620_171726

Em janeiro desse ano, mais precisamente no dia 09/01 eu comprei meu tkt para o melhor festival do planeta: Graspop Metal Meeting, em Dessel na Bélgica!

20160618_175624

O festival rolou de 17 a 20 de junho, e foram alguns dos melhores dias da minha vida! Claro que a companhia do cabeludo mais gato do universo: meu namorado, ajudou  e muito este festival a ser o melhor do universo! Bom, chega de bla bla e vamos ao que interessa – música! Hoje é dia de metal bebês!

img-20160410-wa0024

Minha must to do list antes de ir para Bélgica, mudei algumas bandas e acabei vendo shows incríveis e surpreendentes como o do Carach Angren. Não gostei do Black Sabbath e nem do Megadeth, motivo: vocalistas! Gente o Ozzy e Mustaine podem ser patrimônio da humanidade, mas já deu, hora de se aposentar, parece que eles estão sofrendo no palco que sei lá foram obrigados a estar lá. Me xinguem mas é minha opinião. A verdade é que antes de optar pelo Graspop, quase fui para o Hellfest ou o Wacken, mas o que me fez escolher o Graspop e ir parar na Bélgica, foi a vontade de ver ao vivo Pursuit of Vikings, do Amon Amarth ao vivo, e gente é maravilhoso!  Digo que esse detalhe mudou minha vida para sempre!

img-20160330-wa0029

Minha barraca para o camping que agora rest in peace em Dessel. Choveu muito e acabamos indo dormir em casa mesmo e pegando estrada todo dia para o festival. Chove na Bélgica, o tempo todo! Leve galochas, melhor coisa e capa de chuva, sempre!

gmm16festivalsite-3d

Mapa do Festival para vocês conseguirem visualizar a quantidade de possibilidades.

Importante: esse é um relato puramente pessoal, para ver um review completo sobre o festival e bandas sugiro esse link:

Review completa sobre o Graspop Metal Meeting, o melhor festival de metal de 2016

Não é de minha autoria, mas resume bem a parte a musical do lance.

20160616_171451

A moeda própria do Graspop: token, por 2,50 euros cada. Meio injusto porque tudo fica meio caro.

20160616_180829

Nós no Classic Rock Cafe na quinta-feira, bebendo dignamente após tomar uma chuva absurda na hora de armar a barraca!

20160617_195904

Brasil extremamente bem representado pelo Wouter <3

20160616_171456
Para pegar os tokens você coloca dinheiro ou cartão nessas máquinas, escolhe a quantidade e troca.

20160619_151925
Indo para o festival de carro, dependendo de onde você para, há ônibus que te levam diretamente para a entrada do local, e depois trazem de volta. Gratuitamente e de maneira bem organizada.

img-20160618-wa0071
Firewind no Graspop! Tenho uma versão vermelha desta guitarra do Gus, mandaram muito bem!

img-20160618-wa0067
É a Bélgica, coma um waffles! A praça de alimentação estava ótima, isso é verdade, como vegetariana devo dizer que havia muitas opções.

img-20160330-wa0046
Satyricon! \m/ Gente a Marquee arrasou! Black metal sinfônico ao vivo é sensacional, sempre.

img-20160618-wa0064
Moonspell no Marquee, aliás nos dividimos muito entre a Marquee e o Main Stage 2, que foram onde rolaram nossos show preferidos, exceto pelo Iron Maiden no Main Stage 1.

20160619_183202
Powerwolf: os lobisomens romenos fizeram um dos shows com maior interação do público!

20160616_172038
Breja belga. Beba…! Hoegaarden, bebi muito da pink! Amei a cerveja rosa, mas não tem foto 🙁

img-20160620-wa0010
Eu esperando o Iron Maiden fardada de Armahda! Ah! Aqui tem a cerveja pink!  😀

img-20160620-wa0012
Iron Maiden: sempre será a maior banda do universo. Up the irons, hoje e sempre. O show foi o único que começou com alguns problemas técnicos, como vocal mais baixo e os telões com delay de transmissão, mas em 15 minutos os problemas foram solucionados. Depois do Iron queria ver o Twisted Sister, queria, porque o Dee Snider foi ridículo no discurso de abertura falando algo assim: acabou de tocar o Iron Maiden, já teve Black Sabbath e bla bla, mas a gente vai tocar agora porque somos o Twisted Sister e etc.. num discursinho extremamente arrogante, que ok é poser 80, mas gente… humildade para quem toca depois do Iron Maiden…me recusei a ver e fui embora.

20160617_195611
Foi de longe o festival mais organizado e pontual que eu fui na minha vida. Tinha app que você baixava no celular e conseguia se atualizar sobre suas bandas favoritas. Se um show estava marcado para 12:15, começava exatamente esse horário. Só banheiro que achei que poderia ter mais. Mas mesmo assim, todos com papel e bem limpos. Dica: se quiser comprar souvenirs do Festival, compre o quanto antes, deixei para o último dia uma blusa linda de frio e esgotou. Mas, foi maravilhoso!

Um dos momentos mais marcantes: Disturbed tocando The Sound of Silence!

Graspop 2017: I´m coming! \m/

Olimpíadas 2016 – minha experiência

 

rio 20

Quase um mês depois :p, venho eu contar minha experiência na Rio 2016. Minha trajetória rumo às Olimpíadas começou em outubro do ano passado, quando minha amiga e também blogueira Arielly me chamou para essa aventura, na época super empolgada aceitei e compramos ingressos para vários dias, e detalhe importante: muitos jogos já estavam esgotados, assim como hostels, etc.

rio 6

Quase um ano depois embarcamos nessa aventura do jeito mais econômico possível: de ônibus rsrs! Mas a vista era bonita!

Pegamos um ônibus de São Paulo para o Rio de Janeiro, cuja passagem também não estava lá tão pexinxa, e outra coisa o ônibus que supostamente deveria demorar seis horas, demorou mais de oito horas para chegar na cidade maravilhosa. Fica a dica para pegar ônibus noturnos e levar muito cobertor para poder dormir a vontade.

rio 2

Ficamos em um hostel em Botafogo, extremamente bem localizado, mas do que não falarei porque o café da manhã era miserável, o preço foi exorbitante por conta das olimpíadas (tipo preço de quarto de hotel 3 estrelas), pessoal desorganizado, enfim, tentaram colocar a gente em um quarto que fedia e ofereceram isso como um upgrade… depois de muita discussão conseguimos um quarto bom, pior que eu super empolgada na hora nem liguei para o quarto, só queria ir para o mar, mas, graças a Deusa, a Ari teve bom senso. Fica a dica de nunca se sujeitar a um serviço inferior ao que você contratou, não deixe sua empolgação ou sua depressão deixarem os outros pisarem em você.

rio 1

Adoro o Rio! É uma das minhas cidades preferidas no planeta pela atmosfera do lugar em si: é muita beleza natural, gente feliz, uma energia gigante! Não sei se moraria lá, porque afinal de contas eu nasci para o vil metal e a cena carioca não é lá muito melhor do que a de Birigui, e a cultura do jeitinho excessivo depois de uns dias é um saco, mas, para visitar com certeza voltarei sempre que possível!

rio 7

Dessa vez fui ao Forte de Copacabana, onde rola um museu militar e uma Confeitaria Colombo – famoso nome no Rio de Janeiro.

rio 21

O museu em si, infelizmente tem até roupinha de bebê do Castelo Branco, ditador e muitos outros ditadores são tratados como heróis e sabemos muito bem o que são: assassinos.  Não gostei do museu por conta disso. Já a parte dedicada aos verdadeiros heróis militares como nossos soldados que foram para as guerras mundiais é de fato bem interessante.

rio 12

A vista do Forte em si é muito bonita!

rio 10

A Confeitaria Colombo é muito elegante, o capuccino foi maravilhoso e por um preço que se comparar com os capuccinos fajutos de São Paulo estava super digno: R$11,00.  O doce muito bom e com preço médio de R$ 10,00, e a vista do lugar, impressionante! Vale sim a pena!

rio 13

Outra amiga juntou-se a nós, a Marília e fomos fazer a trilha do Corcovado no Parque da Lage. Muito legal.

rio 16

O local tem cavernas artificiais, jardins lindos que o pessoal aproveita para tirar mil fotos. O lance mais legal do Rio, na minha opinião, são os locais de contato com a natureza.

rio 15

Bom colocar tênis bem confortável e levar muita água para essas trilhas!

rio 14

Bom vamos às Olimpíadas em si: a cidade estava respirando isso, cheio de informações, policiamento, ruas limpas, quem dera fosse sempre assim né gente? Mas tudo para inglês ver e aliás o resto do mundo também! Tinha gente do mundo todo, gente feliz, atlética, bonita, cheia de alegria e vontade de compartilhar! Esse é o espírito olímpico!

rio 19

Fui a quatro jogos de vôlei de praia em Copacabana, o cenário, como podem ver é maravilhoso! Vi um jogo do Brasil, e não gostei da torcida vaiar o adversário, realmente não é muito esportivo, desconcentra até os brasileiros! Outra coisa… lembra que eu falei que não tinha quase ingresso? Pois bem olhem a foto acima e vejam as arquibancadas vazias… especulação… teve!

rio 8

Vi também muitas bicicletas olímpicas do ciclismo.

rio 18

 

O resumo da minha impressão é que o Brasil fez bonito, que faltou uma ou outra coisa como por exemplo contratar gente que falava mais de um idioma, mas né, moro em um estado (São Paulo), onde fecharam Oficinas Culturais e abriram cadeias… ! Queria que o Brasil fosse um lugar civilizado a maior parte do tempo para todos nós.

rio 17

 

 

 

Modelos cabeludos ensinam a cuidar do cabelo

O post abaixo não é de nossa autoria, mas do blog da Gloria Kalil, tida como a mulher mais chique desse Brasil varonil, e tadam é um post de dicas de cabelos by meninos cabeludos, é meio antigo, mas vale apena lembrar e compartilhar, porque cabelo é chiquérrimo, em homem então é elegância e fetiche pronto!

Segue a matéria:

Modelos masculinos com cabelos compridos revelam como manter os fios brilhantes e com movimento

O casting masculino na semana de moda de SP se destacou pela longa cabeleira dos rapazes. Com fios que às vezes chegam até a cintura, eles entregam como fazer para cuidar e manter o brilho e movimento. Alguns juram que não têm nenhum trabalho, outros preferem receitas naturais com fórmulas milagrosas. De um jeito ou de outro, veja como cada um prefere cuidar do seu.

FELIPE CHAVES

Mantendo os fios desde criança, ele é quem mais osta de cuidar dos cabelos – e so com fórmulas naturais. “Meu cabelo é assim desde pequeno. Na verdade eu só uso xampu mesmo e quando eu vou para praia ou cachoeira eu uso banana pacová, que é como se fosse uma babosa. Ela é encontrada na mata mais úmida e serve para usar hidratar o cabelo. Quando você quebra ela no meio, ela tem a mesma textura da babosa. Você passa no cabelo, deixa um tempo, depois entra na cachoeira e tira. Eu faço isso uma vez a cada seis meses. O xampu que eu uso é sempre natural, tenho uma pira de usar tudo que for mais simples e puro possível. De repente eu mesmo faço minha mistura. E pentear e uma coisa que eu não curto, só os outros gostam de pentear para mim”.

BRUCE MACHADO

Aqui o cuidados contam com a ajuda da namorada. “Toda minha vida sempre tive cabelo comprido, desde criança. Eu não cuido muito não, geralmente lavo com qualquer xampu que eu tiver e um pouco de condicionador. De vez em quando minha namorada passa um óleo, mas o tempo inteiro eu deixo como está agora. Eu penteio só de manhã, ou quando vou dormir”.

REINALDO BERTOTI

Com ele, a coisa é caprichada. “Tem uns sete anos, mais ou menos, que deixo o cabelo crescer. Eu estou cuidando mais agora porque tive minha primeira tintura, pintei para um trabalho. Estou passando um condicionador melhor, um silicone nas pontas e algum produto para dar brilho. Às vezes eu escovo com o secador também, quando quero uma coisa mais lisa. Mas prefiro ondulado”.

BRYAN MARCZEWSKI

Com ele os cuidados são pequenos – e a auto-estima bem grande. “Eu sou cabeludo há quase nove anos. Não tenho muito trabalho para cuidar, ele é bonito assim naturalmente. Eu uso um xampu e ultimamente estou usando condicionador também, por conta do trabalho que deixa o cabelo muito acabado. Se não usar um condicionador, ele fica ruim. Mas não tenho muito o que fazer porque ele já é liso, já tem uma oleosidade natural que ajuda a manter o brilho e dar mais vida. Penteio ele todos os dias, mas ele não embaraça tanto quanto parece. Levo 30 segundos e vou para onde quero”.

GABRIEL BIN

Quando mais básico, melhor. “Acho que faz uns três ou quatro anos que deixo o cabelo comprido. Eu era careca e resolvi não cortar mais e ficou assim. Na verdade eu não cuido muito, as vezes lavo só com água. Quando ele fica muito oleoso, eu passo qualquer xampu. Não gosto de pentear porque fica muito liso, até meio feminino. Eu gosto de deixar natural, só quando embaraça que eu escovo”.

WAGNER DE MOURA

Mais um que dispnsa grandes rotinas de beleza. “Tenho este cabelo há mais ou menos cinco anos. Lavo dia sim, dia não e não tenho um xampu ou um condicionador específico. Eu penteio ele todo dia, mas uso ele mais amarrado”.

E claro o site é http://chic.uol.com.br/

Não ganhamos jabá e nem mesmo cópias dos livros de Glorinha, mas, o que é bom tem que ser compartilhado infinitamente!

Fatos que comprovam que relembrar de momentos importantes ajudam a ser feliz!

Olá, querid@s,

Encontrei uma reportagem no site da BBC de Londres sobre felicidade e pequenos atos que permitem que sejamos mais felizes… Reativar memórias e lembranças boas é uma delas =) e tem tudo a ver com o meu livro “Para não esquecer das Lembranças” (Isabella Rocha – Editora Giostri).

sonhos

Confira alguns pontos da matéria que têm relação com lembranças e adquira seu livro!
Estou vendendo pela internet, por R$36,00 com frete grátis para todo o Brasil, envio com dedicatória, autógrafo e marca página exclusivo do livro. Peça pelo email: isabellabvr@gmail.com

capa

—————-

As pessoas que mantêm diários sabem há muito tempo que traduzir seus sentimentos em palavras pode ajudar a acalmar suas emoções e colocá-las em perspectiva, mas foi só recentemente que os cientistas perceberam a força que essa ação tão simples pode ter.
Em suma: passar 15 minutos por dia escrevendo um diário pode reduzir os sintomas de depressão e ansiedade, reforçar o sistema imunológico e melhorar seu desempenho no trabalho.
Os benefícios podem durar meses. É muito mais efetivo do que deixar suas frustrações se acumularem. Além disso, manifestar sua raiva de forma agressiva somente te deixa mais bravo.

—————-

Pesquisas sugerem que o simples ato de olhar fotografias antigas é uma boa maneira de ter em mente as coisas que fazem a vida valer a pena – família, amigos, trabalhos voluntários ou uma importante conquista profissional.

Remexer nas memórias ajuda a nos conectarmos com o passado e a situar acontecimentos recentes em uma perspectiva mais ampla. Isso, por sua vez, alivia o sofrimento causado por decepções e ansiedades mais recentes.
Fonte: Journal of Contextual Behavioral Science

—————-

Seja a visão de um céu estrelado ou uma ida a um culto religioso, a sensação de se deslumbrar com algo maior do que nós mesmos amplia a mente. Pesquisadores descobriram que isso torna as pessoas mais felizes, mais altruístas, menos impacientes e menos ansiosas.
Até mesmo passar alguns minutos escrevendo sobre uma experiência inspiradora pode ajudar.
Fonte: Psychological Science
—————-

Psicólogos já demonstraram que sentimentos, como o da culpa, geralmente acabam provocando efeitos negativos: além de causar ansiedade e infelicidade, a sensação de falta de esperança nos torna mais propensos a cair em tentações no futuro.
Por isso, passar alguns minutos tentando deliberadamente cultivar bons sentimentos em relação a si mesmo é algo que gera mais ânimo e mais força de vontade.
Fonte: Personality and Social Psychology Bulletin
—————-

Coisas que já nos deram prazer podem rapidamente perder sua intensidade com o passar do tempo, levando ao que se convencionou chamar de “esteira hedonista” ou a eterna busca pela satisfação.
É possível redescobrir aquele deleite inicial simplesmente abandonando alguma dessas fontes de prazer por uma semana – uma guloseima favorita, a televisão ou os drinques de fim de tarde.
Depois de sete dias, você vai ver que conseguiu dar um “reset” na esteira, sentindo uma nova onda prazer. Essa prática também nos ajuda a procurar outras fontes de entretenimento e deleite.
Mas se a ideia de se abster de algo durante uma semana parece difícil demais, tente envolver toda a sua mente e sua atenção à sua atividade favorita. Por exemplo, ao tomar um cafezinho, concentre-se na complexa sinfonia de sabores que banha suas papilas gustativas.
Esse tipo de conscientização comprovadamente colabora com a apreciação dos pequenos prazeres da vida, o que melhora o estresse e a ansiedade.
Fonte: Social Psychological and Personality Science

Fonte: Um guia para a busca da felicidade em 7 dias (David Robson -Da BBC Earth – 18 janeiro 2016)
http://www.bbc.com/portuguese/noticias/2016/01/160116_vert_fut_sete_dias_felicidade_ml

Beijos!

E não esqueçam de suas lembranças!

Siga-nos no Insta:

@paranaoesquecerdaslembrancas

Facebook

www.facebook.com/paranaoesquecerdaslembrancas

alguém

 

Cosméticos Naturais

Jar of moisturizing facial cream

Hey meninas, tudo bom? Já ouviram falar em cosméticos naturais? Pois bem eu fiz um programa de tv sobre o tema!

Por muitos anos a indústria cosmética se desenvolveu sem preocupações com o seu impacto ambiental. Entretanto, com o aumento da conscientização da fabricação desses produtos, muitas pessoas procuram alternativas naturais e artesanais para maquiagens, repelentes e outros cosméticos.

A Andreia Pimentel, bióloga da Canto da Horta,  conta a história dos cosméticos na sociedade desde o Egito antigo e também falou sobre o que são cosméticos naturais, além das diferenças e benefícios entre estes e os cosméticos industrializados.

A Michele Távora, ecoeempreendedora da MagaTerra, explica a  cosmetologia natural, beleza e feminismo dentro da ecologia. Também falamos sobre os ingredientes-chave da cosmética natural.

O André Magalhães, biólogo da Canto da Horta, fala sobre repelentes naturais e ensinou algumas plantas e receitas para proteger o corpo e a casa de insetos.

Quer ver o programa completo? Assista aí:

Bjo, bjo!

A vítima é inocente.

20140330095602924114i

Como este é um blog feito por mulheres, não podemos deixar passar o ato de covardia que chocou o país. O barbarismo e a cultura de ódio estão crescendo no Brasil. Resultado da falta de educação, de respeito pelo outro e da quase total ausência de valores familiares ou sociais. Não se pensa no outro e só em si, e de forma extremamente ignóbil que não se percebe que se todos tiverem direitos e lutarem juntos, todos ganham mais em todos os sentidos.

Nessa selva de bestas avidas por terror, nós mulheres somos quem mais perdemos, algumas perdem ainda mais (pelo racismo e/ ou pobreza). Para nós, resta um país que trata a mulher como ser de segunda classe, dominado por homens que parecem que não tem mães, irmãs ou filhas.

estupro

Uma menina de dezesseis anos foi estuprada por mais de 30 homens e exibida como troféu nas redes sociais. Um troféu por doparem e violarem covardemente. Homens que não são homens e nem mesmo animais, mas bestas, bestas demoníacas que por viverem em um país onde a impunidade é a lei quando se trata de violência contra a mulher, se vangloriaram de sua barbárie. Estupradores devem ser presos imediatamente, devem nunca poder sair da cadeia com indultos, porque não tem salvação, tem mente doentia incurável. O que fizeram foi espalhar o terror e acabar com com muitos sonhos.

Como mulheres, passamos a ter medo de novos parceiros, porque não conhecemos sua índole. Amigos? Será que são mesmo? Como posso me divertir se quando um homem inescrupuloso for criar uma cilada e eu estiver vulnerável e sem forças físicas superiores, ainda serei culpada por ter caído em uma armadilha? Será que os homens “de família” deverão ser estuprados para que estupradores sejam punidos imediatamente? E o caso da menina de Bauru violada coletivamente em area central da cidade? A polícia não pesou a mão com os bandidos como pesou com jovens que deram festa com som alto. Que tipo de país é esse? Que tipo de valores estamos tendo?

internauta-participa-da-campanha-contra-estupro-com-foto-publicada-no-tumblr-naomerecoserestrupada-1396184279083_300x500

A culpa nunca é da vítima. A culpa é e sempre será do criminoso. Ou quando o World Trade Center caiu a culpa foi dos construtores que fizeram um prédio ali e não dos terroristas?

Punição já.

Podia ser eu, uma amiga, podia ser a namorada de alguém, a mãe, a filha, a irmã, uma tia querida, seja quem for, ela é ELA em sua individualidade. NOS RESPEITEM! RESPEITEM NOSSO CORPO, NOSSA LIBERDADE, NOS DEIXEM IR E VIR SEM SER VIOLADAS. DIZER NÃO É NOSSO DIREITO, TER DIREITO É UM DIREITO!

Foto de TODAS Fridas.
Segue um texto de Luara Colpa que foi bastante compartilhado ontem na internet e resume bem a situação:

“Trinta.
Vinte e nove
Vinte e oito
Vinte e sete
Vinte e seis
Vinte e cinco
Vinte e quatro
Vinte e três
Vinte e dois
Vinte e um
Vinte
Dezenove
Dezoito
Dezessete
Dezesseis
Quinze
Quatorze
Treze
Doze
Onze
Dez
Nove
Oito
Sete
Seis
Cinco
Quatro
Três
Dois
Um
Nenhum.

Eu tiraria todos – um por um – de cima de você neste momento irmã. Eu limparia seu corpo, tiraria o som dos seus ouvidos, o cheiro deste lugar, as lembranças. Se o tempo voltasse, eu os impediria de terem saído de casa. Todos eles.

Eu desligaria os celulares, os computadores, tiraria baterias dos carros, dos ônibus. Eu faria feitiço, veneno, poção, dor de barriga para todos. Trinta.

Eu te levantaria daí e te levaria pra ver o pôr do Sol no Arpoador, se o mundo girasse ao contrário… Mas o mundo não gira.

Foram Trinta.

Um ex-companheiro e vinte e nove “amigos”. Nenhum deles se compadeceu. Vinte e nove seres humanos toparam se unir à um criminoso.

Trinta.

Trinta e um agora compartilharam. Trinta e dois riram. Trinta e três justificaram. Trinta e quatro se excitaram, trinta e cinco procuram o vídeo neste momento.

Agora o número se torna uma projeção geométrica. A misoginia aparenta infinita, o ódio e o machismo aparentam grandiosos demais. A primeira reação do público masculino em geral é ver o vídeo.

No entanto, quando pensei que fôssemos só nós duas, olhei para o lado e vi três, quatro, cinco. Chegaram seis, sete, oito, trinta.

Em segundos fomos noventa, cem, mil, somos milhares por você. Aquele som, aquele cheiro… Queremos que sua memória apague, mana

E que o mundo nos ouça: “A CULPA NUNCA É DA VÍTIMA”. Que ecoe.

Que ecoe: Daqui vocês não passam. Não passarão.

Que cada uma de nós seja porta voz do ocorrido. Se a grande mídia não denuncia a violência contra a mulher periférica, que nossas mãos sejam denúncia.

Na violência contra a mulher todas metemos a colher.

DENUNCIE.

No site do Ministério Público, Polícia Federal e disque 180. Mexeu com uma, mexeu com todas.”

13254043_674089399431123_5449786487326663033_n

Eu fui: Odin´s Krieger Fest 2016 dia 2

13268029_1035170169906466_8002801406139046781_o

E tadam: mais um festival! Desta vez fui ao Odin´s Krieger Festival! Fui no ano passado, no dia 15 de agosto, e, foi maravilhoso, e claro que voltei e voltarei sempre!

Comprei ingresso para os dois dias, mas só consegui ir no segundo, porque o primeiro caia na véspera do Dia das Mães e né, Sampa grey city fica longe de Biri rock city onde vive minha mama rsrs.

Vamos ao que interessa!

Bandas

Antes de tudo, o que me faz desembolsar meu suado dinheirinho para comprar um ingresso e viajar, me transportar e etc para um evento são as bandas que nele estarão. O dia 2 do Odin para mim já era melhor pelo simples motivo de ter a maior banda de folk metal da América: Tuatha de Danann!

13221415_1035162336573916_8921690153193628854_o

O evento começou com Mandala Folk, que não conhecia e achei bacana, e, eles utilizaram diferentes tipos de instrumentos tradicionais.

13254939_1035167543240062_6033395034213685388_o

Em seguida vem O Bardo e o Banjo, que executou uma ótima versão bem folk country de The Bard´s Song, do Blind Guardian (<3 <3 <3 amo tanto que nem adianta desenhar mais corações, porque não dá para descrever). Vejam o video e vem dançar em roda comigo:

Video by Paulo Chopps. (baixista do Armahda, na minha humilde opinião a banda revelação do metal nacional dos últimos anos).

13246264_1035171666572983_3810182317298541305_o

Como terceira banda, aquela que provavelmente é a mais famosa banda de folk tradicional do Brasil: Taberna Folk, que como sempre fez um excelente show regado à bons drinks com rodas felizes e serelepes.

12322611_1035181523238664_7413718844091741098_o

Para encerrar a noite: Tuatha, Tuatha, Tuatha! Show de duas horas pleno de clássicos e músicas novas, com muita emoção e fãs sinestésicos. Sério: há um ano atrás fui a um show de retorno em Bauru, e me dá tanta alegria ver uma banda que escuto desde os 15 anos voltando com tudo e conquistando uma molecada que tinha a mesma idade que eu quando ouvi pela primeira vez! Que a Deusa os abençoe!

Feira

13268029_1035160646574085_4113117556081188325_o

Havia muitas coisas interessantes: drinking horns, vestidos, armaduras, poções, cosméticos, cintos, cristais e até trufa de hidromel que estava supimpa!

13064543_1035160743240742_1892447669764244794_o

13221359_1035160656574084_4150805623011443111_o

Contras

Audio estourando. No ano passado isso estava pior, mas infelizmente ainda não conseguiram arrumar de vez de um ano para o outro. Algumas vezes também um instrumento sumia ou ficava mais alto que os outros. A música é o principal atrativo do evento, então, é bacana caprichar. Tomara que no próximo isso tenha se resolvido por completo.

Preço! O preço continua sendo alto para comprar bebidas. Água extremamente cara: gente, cade a humanidade? Pelo menos a breja agora era Miller (não melhorou muito, mas é melhor que a Skol a oito contos do ano passado!).

Hidromel: houve muitas reclamações em relação a qualidade e o preço do hidromel.

Prós

Por ser um evento folk já tem tudo de pró rsrs! Mas a localização da Clash é fácil acesso, o que é ótimo e os banheiros da casa são bem limpos e numerosos, com muitos espelhos. No banheiro feminino até cheguei a pegar fila, mas é super rápido. Ponto para o Clash.

13198508_1035175159905967_6675426289796228594_o

As lutas também foram bem bacanas, assim como a presença do Vitão Bonesso.

13220048_1092065394187535_2094265525_n

A galera estava linda e feliz, foi mágico! Até o Rollo do Vikings compareceu!

13247968_1035179713238845_6151297832030983092_o

Sugestão

Tenho cinco amigos que iriam e não foram porque não tinham lugar para ficar em Sampa, e aí pensei: falta um festival folk de dois dias com camping! Tipo… por quê não fazer em algum sábado e domingo ou emendar um feriado e ser em alguma fazenda com direito à camping? Somos amantes do folk e amamos uma natureza: acho que poderia receber mais pessoas e seria lindo!

13235245_1035167093240107_7493738329193661724_o

Ps: peguei as fotos do Facebook do Odin, já que não consegui levar minha câmera!

E para deixar com gostinho de quero mais o Tuatha de Danann:

Beijo, beijo e let it folk!

 

Tatuagem de pena…

Olá querid@s!

Você tem tatuagem? Pensa em fazer uma?

Eu já tinha uma beeeem antiga, que fiz em 2006, quando morei no Chile, é uma pimentinha, está bem apagada, parece feita de canetinha… mas como é no ombro, meio que nas costas, eu não vejo e nem lembro que ela existe.

Então, depois de 10 anos decidi fazer outra, pensei muito, esperei muito, pesquisei muito e enfim decidi, pois para mim, uma tatuagem tem que ser bonita (porque minha intenção não é retirá-la) e tem que fazer sentido, ter alguma ligação com minha vida, minha história…

Ter escrito o livro me fez querer ter uma pena, que simboliza a pena de escrever de antigamente, eu inicialmente queria que a pena terminasse na palavra “Believe” que significa “Acreditar” em inglês…
Mas, como doeu muito na região que escolhi e também não teríamos muito espaço, decidi ficar apenas com a pena!

tatoo

O local a ser tatuado também é muito importante na hora da escolha… Eu queria esconder uns vazinhos feios que tenho no tornozelo, por isso o local eleito foi esse… Porém, se você tiver varizes, finas ou grossas, não é recomendado cobri-las com tatuagem, pois pode prejudicar sua circulação, sangrar muito, entupir as veias com o pigmento, então cuidado! Como podem ver na foto, meus vazinhos são bem superficiais e não têm ligação com as veias principais, então não tive problemas, mas vai de pessoa para pessoa, depende do quadro de saúde de cada um… Veja se seu caso permite uma tatuagem segura.

Veja também se o estúdio é certificado pela ANVISA (Vigilância Sanitária), se o ambiente do procedimento é limpo, organizado e principalmente se os materiais, as agulhas e biqueiras são descartáveis! Isto é fundamental para sua segurança!

Sobre o significado da pena, além do que eu achei para o meu ato de escrever um livro (e as cores da pena são as cores da capa do livro), a tatuagem de pena pode simbolizar também as asas dos anjos – a proteção pode ser simbolizada por asas com muitas penas ou então penas soltas. Penas são símbolos de pássaros, que por sua vez simbolizam liberdade!

De uma maneira mais restrita as pessoas usam tatuagens de penas para representar seu lado espiritual ou sua herança indígena. Algumas palavras que representam o significado da tatuagem de pena são: leveza, voo, ascensão, verdade, espírito alto, sonhos, levitação, pureza, coragem, liberdade, bravura, viagem e esperança.

Todas essas palavras têm muito sentido para mim, então acho que depois de muito decidir, eu fiz a escolha certa da tatuagem que combina com meu jeito de ser…

Há muitos sites especializados em tatuagem, com os significados de cada uma, então pesquise bastante antes de decidir fazer a sua, pois é algo que além de caro, vai ficar para sempre marcado em sua pele, em sua vida!

Vejam aqui abaixo um mapinha divertido sobre as partes do corpo em que mais dói fazer a tattoo.

tatoo dor

Beijos!

Isa

 

Burberry Weekend

Sabe aquele perfume que toda vez que você usa alguém comenta que é uma delícia, então, esse é um dos meus preferidos:

12571073_922437481186528_1444431779_n (1)

Burberry Weekend

Assumo que de todos os perfumes do mundo o meu favorito é o Burberry Clássico, mas esse não deixa a desejar.

Weekend tem fragrância de tangerina e resedá, essa florzinha delicada:

reseda

Além de conter notas de rosa selvagem, flor de pêssego, íris, jacinto, nectarina, cedro e sândalo.

É um perfume cítrico, intenso e ao mesmo tempo delicado.